Case Produção Enxuta

Desafio

A empresa do setor de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos (HPPC) com mais de 50 anos de mercado com atuação no Brasil e exterior, detentora de cerca de 5% do mercado de sabonetes do país, vinha apresentando um aumento significativo das vendas com forte tendência a uma diversificação de produtos. Entretanto, a empresa não conseguia fornecer respostas rápidas ao mercado devido à dificuldade de preparação das máquinas para produção de diferentes de produtos. Esse problema mantinha a produção parada por tempo demasiado. Essa preparação, envolvendo limpezas operacionais, ajustes nas máquinas e troca da matéria-prima, é necessária para evitar contaminações e preservar as particularidades de cada sabonete. Visando aumentar a sua competitividade, a EPR Consultoria foi contratada para atuar na redução do tempo de preparação das linhas (setup).

Solução

Por meio da aplicação de ferramentas da Produção Enxuta, foi possível identificar os gargalos e propor melhorias ao processo em estudo. Para reduzir a duração das paradas de produção por troca de produtos e, consequentemente, minimizar as perdas referentes ao setup, a equipe de projeto iniciou a implementação do sistema de Troca Rápida de Ferramentas (TRF) na empresa. De maneira simplificada, pode-se dizer que a metodologia prevê que as atividades que não necessariamente precisam ser realizadas com as máquinas paradas, como a preparação da matéria-prima, sejam executadas antes ou depois da intervenção para obter maior eficiência na preparação das linhas. Cronometrando cada tarefa envolvida no tempo de preparação e compilando os resultados via métodos estatísticos, foi possível diagnosticar os principais focos de melhoria e desenvolver planos de ação corretivos em trabalho conjunto com os setores de Engenharia de Processos e de Produção. O projeto culminou em um novo balanceamento das atribuições e implantação de melhorias operacionais em todo o procedimento de preparação e execução do setup, além do período pós-intervenção.

Resultados

Ao fim do projeto, o cliente observou uma redução de 49% no índice de tempo do setup global, o qual representava uma média ponderada dos resultados alcançados nas quatro linhas de produção envolvidas. Setups que foram medidos em 270 minutos no início do projeto chegaram a marcar 70 minutos no último mês do trabalho. Dessa forma, foi possível ampliar a eficiência nas operações de troca de produtos nas linhas, atingindo tempos mínimos sem incorrer em custos significativos com tecnologia e automação.

produção enxuta 3