MAPEAMENTO DE PROCESSOS: FERRAMENTAS E MÉTODOS

Já falamos sobre o mapeamento de processos e sua importância neste artigo, mas agora vamos nos aprofundar em alguns pontos específicos dessa estratégia de organização: os métodos e ferramentas do mapeamento de processos que podem te auxiliar a implementar o mapeamento em sua empresa.

São cinco principais métodos e vamos começar com o mais básico deles, o fluxograma de processos. Também conhecido como flowchart, ele é um recurso gráfico simples que mostra um determinado processo de forma a facilitar sua análise. A sua simplicidade, no entanto, deixa essa metodologia limitada, e por isso ela vem sendo substituída.

Uma das soluções para isso foi a criação do fluxograma horizontal. Nele, o fluxo de tarefas fica no eixo horizontal e, no eixo vertical, se indica os responsáveis pelas tarefas e etapas de cada processo. Assim se consegue ter uma visão mais detalhada do processo analisado. 

O mapofluxograma, por sua vez, é bastante utilizado em linhas de montagem por ser a sobreposição de um fluxograma com o layout de uma linha de produção. Dessa forma, pode-se identificar se existem falhas no processo e buscar soluções, especialmente em relação à movimentação de materiais e ao estoque. 

Além disso, a busca por um sistema que unificasse os tipos de mapeamento de processos levou à criação do UML – Unified Modeling Language. Esse diagrama sistemático permite que os processos sejam acompanhados ao longo do tempo. Nesse sentido, o UML é mais utilizado na programação e também em gestão de negócios por focar na estrutura, interações e comportamentos dos processos analisados. 

Entre todas as metodologias atuais, o Business Process Model and Notation, BPMN, é o mais utilizado e reconhecido. Seu maior benefício é apresentar o processo de forma clara e intuitiva. Além disso, todos os seus símbolos são padronizados com formas e cores pré-definidas, dessa forma qualquer um que conheça esse sistema consegue entender sem dificuldades o processo.

Em relação às ferramentas do mapeamento de processos, um destaque é o bpmn.io, um editor que permite ao usuário criar diagramas e modelos de processos de forma gratuita direto no seu navegador de internet. Essa ferramenta é um ótimo ponto para começar a entender o mapeamento de processos como metodologia e criar seus primeiros mapas. 

O Cawemo é um programa mais focado em equipes, já que permite que várias pessoas trabalhem em um mesmo mapeamento simultaneamente, otimizando o processo. Além disso, é possível o compartilhamento do projeto com todos os colaboradores da empresa para que todos compreendam o mapeamento desenvolvido. 

Qualquer dúvida sobre metodologias ou ferramentas de mapeamento de processos podem ser resolvidas com as soluções de uma empresa especializada em consultoria empresarial, como é o caso da EPR. Podemos te auxiliar a encontrar a melhor forma de implementar esses sistemas em sua empresa!

 

Leia também nosso conteúdo sobre Mapeamento de Processos: entenda o que é e por que fazer!

 

EPR Consultoria