O Que Fazemos

A equipe da EPR Consultoria acredita que pensar de modo diferente e criativo, buscando novas alternativas de aprendizado além do curso superior, formará melhores profissionais. Com esse intuito, busca desenvolver as organizações com as quais trabalha por meio do espírito jovem aliado ao conhecimento técnico, realizando projetos bem planejados e com foco na necessidade do cliente. Tendo em mente esse objetivo, a EPR Consultoria desenvolve soluções customizadas em diferentes áreas da Engenharia de Produção. Confira o nosso portfólio:

Por que escolher a EPR?

A EPR Consultoria desenvolveu-se devido à inspiração e à motivação de jovens empreendedores do curso de Engenharia de Produção da UFRGS, reconhecendo o aprendizado como maior riqueza. Dessa forma, um dos nossos diferenciais é o baixo custo: não trabalhamos pelos altos lucros. Por esse motivo, a EPR Consultoria é indicada pela revista Exame como uma alternativa de mercado, além de ser considerada pela Zero Hora como uma atividade que ajuda o estudante a programar e preparar o futuro da carreira.

No planejamento e execução de nossos projetos de consultoria contamos com o suporte de professores de renomada atuação nacional e internacional em Engenharia de produção. Isso nos possibilita aliar aos nossos produtos a visão criativa e o entusiasmo dos jovens com a experiência de mestres e doutores.

Durante os 14 anos em que estamos no mercado, mantemos o compromisso de elevar a qualidade e a produtividade de nossos clientes e parceiros. Sempre mantendo alinhadas as expectativas com os resultados, realizamos projetos de consultoria com grande qualidade e uma ótima relação custo-benefício para o cliente.

Por que fazer consultoria?

Um projeto de consultoria ataca pontualmente na organização, otimizando processos, ou corrigindo problemas. É uma alternativa efetiva, que não sobrecarrega o quadro de funcionários e agrega knowhow altamente especializado. As análises, estudos e soluções produzidas pelo trabalho de consultoria oferecem amplos benefícios para os clientes, trazem novos olhares e conhecimento, aumentam a assertividade nas decisões, resultando em mais qualidade, produtividade e rentabilidade.

PALAVRA DO Prof. Dr. José Luis Duarte Ribeiro

“O cenário competitivo atual exige das empresas desempenho superior em áreas diversas, tais como projeto de produtos, gestão de fornecedores, produção e expedição. É muito difícil para as empresas manter em seus quadros permanentes profissionais especializados em todas as áreas. Para suprir essa necessidade, as empresas de consultoria oferecem seus serviços. O trabalho dos consultores, contratados para atuar em projetos estratégicos ou suprir deficiências localizadas, pode ajudar substancialmente no esforço empreendido pelas empresas para obter desempenho superior. Estrategicamente contratados, os consultores permitem que as empresas absorvam metodologias e tecnologias mais rapidamente, além de alavancar e qualificar resultados empresariais.Na medida em que tratam de questões chaves associadas a qualidade e produtividade, consultorias nas áreas da Engenharia de Produção são particularmente importantes. Considerando o cenário atual, entre as áreas da Engenharia de Produção mais requisitadas, podem ser citadas: gestão da inovação, gestão da tecnologia, planejamento da produção, planejamento da manutenção, custos da produção, controle da qualidade, ergonomia, segurança no trabalho, logística e gestão da cadeia de suprimentos.” Prof. Dr. José Luis Duarte Ribeiro

Análise de custos

Para que as empresas se mantenham competitivas e lucrativas no mercado, precisam ter uma estratégia organizacional eficiente. A análise de custos é um suporte gerencial que aprimora o sistema de custeio da organização, auxiliando diretamente na tomada de decisões.

Baseando-se em princípios e métodos de custeio, a EPR Consultoria desenvolve uma análise personalizada de acordo com as necessidades do cliente. Em curto prazo, a análise de custos garante a permanência da empresa no mercado competitivo e, em longo prazo, auxilia na redução de suas ineficiências.

Por meio da análise de custos o gestor será capaz de:

  • Monitorar seus investimentos;
  • Identificar o ponto de equilíbrio e de fechamento;
  • Avaliar inventários e desempenho;
  • Implementar gerenciamento matricial de despesas;
  • Precificar adequadamente produtos e serviços;
  • Controlar e reduzir seus custos;
  • Aumentar seu lucro;
  • Implementar métodos de custeio.

Veja case relacionado

Estratégia Organizacional

O planejamento estratégico é o processo gerencial pelo meio do qual a empresa define sua visão de futuro, prevendo uma melhor alocação de recursos a fim de alcançar seus objetivos de maneira mais objetiva e eficaz. É realizada a análise das condições internas da organização e de como ela está inserida no cenário externo, com a finalidade de orientar às decisões mais adequadas ao momento atual.

No planejamento, são estabelecidos indicadores e metas para que se possa controlar o progresso da empresa em relação aos objetivos estabelecidos. Além disso, formalizam-se planos de ação para as ações estratégicas que mais impactam na busca de seu estado futuro.

Através da Estratégia Organizacional, é possível obter:

  • Maior controle e gerenciamento de operações, métodos e resultados;
  • Definição de Norteadores Estratégicos (Missão, Visão, Valores e Negócio);
  • Alinhamento da empresa com a seus Norteadores;
  • União de todos os integrantes na busca do mesmo objetivo corporativo;
  • Implementação do Balanced Scorecard (BSC);
  • Implementação de Indicadores Chave de Desempenho.

Veja case relacionado

Análise Ergonômica

A Análise Ergonômica dedica-se ao desenvolvimento de soluções voltadas para a melhor adaptação do trabalho ao homem, atentando para fatores como segurança, satisfação e bem-estar do trabalhador. A partir do estudo de um sistema global, assim como de um posto de trabalho mais específico, é alcançado melhor desempenho do colaborador e, por consequência, da organização.

Por meio da Análise Ergonômica, são alcançados:

  • Incrementos de eficiência, confiabilidade e qualidade das operações;
  • Melhoria na organização do trabalho;
  • Melhoria em aspectos físicos e comportamentais dos colaboradores;
  • Adequação às Normas Regulamentadoras (NRs).

Veja case relacionado

Logística

A logística é o processo de planejamento e controle eficiente do fluxo e da armazenagem de produtos, bem como de serviços e de informações. Busca unir os diversos setores para atuarem em conjunto, sendo uma competência chave como parte da estratégia.

De maneira prática, estruturar um sistema de logística em uma empresa é definir quando e onde os bens serão produzidos, armazenados e transportados. Isso possibilita que a empresa se torne ainda mais competitiva, por meio do atendimento ao cliente de acordo com as suas necessidades.

Por meio de um estudo da Logística, a EPR Consultoria possibilitará ao cliente:

  • Planejamento e controle dos fluxos de materiais e informações;
  • Organização de produtos prontos e matéria-prima no processo de armazenagem;
  • Redução do tempo de lead time;
  • Redução de perdas;
  • Aumento da produtividade;
  • Melhoria do atendimento ao cliente.

Veja case relacionado

Estudo de Layout

O estudo de layout envolve a alocação ideal de todos os recursos dentro da instalação e a determinação do fluxo de pessoas, materiais e informações. Planejar o layout de uma instalação significa determinar a localização de máquinas, postos de trabalho, áreas de produção, estocagem, atendimento ao cliente e escritórios, de modo utilizar o espaço e a mão-de-obra de forma eficiente, facilitar entradas e saídas de materiais, melhorar o fluxo de pessoas e informações, auxiliar no gerenciamento visual e na supervisão, ao mesmo tempo em que gera um ambiente agradável e seguro.

Para determinar o layout que melhor atende às necessidades do cliente podem ser utilizadas ferramentas como a SLP (Sistematic Layout Planning) e algoritmos que reduzam tempos de transporte e movimentação, possibilitando o aumento da produtividade e outros benefícios como:

  • Utilização da mão-de-obra e do espaço de forma eficiente;
  • Melhora na troca de informações e no gerenciamento visual;
  • Otimização do fluxo de pessoas, de informações e de materiais;
  • Redução de tempos de deslocamento nos processos;

Gestão por processos

É um método utilizado para analisar atividades relativas a determinados processos de uma empresa, organizá-las em ordem funcional e otimizá-las através do mapeamento de processos. Esse é feito através da construção de fluxogramas de atividades, que geram uma descrição precisa e de fácil visualização das tarefas, responsáveis, duração e frequência. Por fim, são propostas melhorias sobre os processos estudados.

A aplicação desta ferramenta, em conjunto com a criação de indicadores de controle e desempenho, promove o gerenciamento eficiente de processos e de pessoas dentro da organização. Além disso, evita perdas de informação, assegura padronização das atividades e garante a qualidade dos processos.

Os resultados obtidos a partir de um projeto de Gestão por Processos são:

  • Padronização dos processos da empresa;
  • Definição e sequenciamento das responsabilidades e das atividades de cada colaborador;
  • Garantia da conservação das informações e conhecimentos das atividades;
  • Organização dos processos de modo visual e de fácil entendimento;
  • Identificação dos pontos ineficientes do processo;
  • Otimização dos recursos do processo.

Veja case relacionado

Produção Enxuta

A Produção Enxuta é um conjunto de práticas, princípios, ferramentas e métodos que visam combater as perdas, definidas como atividades que não agregam valor ao produto final.       Tais mecanismos procuram aprimorar a produção e a gestão através da identificação de ineficiências nos processos e de sua posterior melhoria. A Produção Enxuta busca a melhoria contínua dos processos, otimizando recursos como pessoal, capital e espaço.

As práticas da Produção Enxuta são aplicadas em diversos setores, desde indústrias a serviços. Em algumas áreas, como Lean Construction (Construção Enxuta) e Lean Healthcare (Tratamento Hospitalar), a aplicação dos conhecimentos enxutos têm alcançado recentemente grandes resultados.

Algumas ferramentas utilizadas por essa área do conhecimento: Estudo de tempos e movimentos, Troca Rápida de Ferramentas, Gestão Visual, Melhoria Contínua (Kaizen), Sistema Just in Time e Nivelamento da Produção.

A partir de um projeto de Produção Enxuta é possível alcançar:

  • Redução do tempo de atravessamento (lead time);
  • Redução dos custos de produção;
  • Melhoria na qualidade do produto final;
  • Aumento da eficiência dos processos;
  • Redução de WIP (work-in-process).

Gestão da Qualidade

Na área de Gestão da Qualidade é possível realizar projetos com foco em:

Para reduzir a variabilidade e identificar anormalidades de um processo, o Controle Estatístico do Processo baseia-se em fundamentos estatísticos para inspecionar os produtos por meio de amostragens.Resultados:

  • Estudo da capacidade da fabricação de produtos dentro das especificações;
  • Redução da variabilidade;
  • Prevenção e Identificação de erros no processamento;
  • Redução do índice de defeitos e dos custos da não-qualidade;
  • Redução do retrabalho nos processos;
  • Redução dos desperdícios de matéria-prima.

Na busca por uma padronização da produção, comércio ou prestação de serviços, as normas técnicas são um diferencial competitivo no mercado. Além disso, fornece garantia ao consumidor quanto à qualidade dos produtos vendidos ou serviços prestados. Por esse motivo, um projeto dessa área atua na adequação das empresas ao nível de qualidade exigido pelas normas técnicas.Resultados:

  • Aproximação da linguagem do produtor com a do consumidor;
  • Facilitação do comércio a nível nacional e internacional;
  • Organização da produção, definindo padrões e responsabilidades;
  • Transmissão de confiabilidade e seriedade ao mercado.

O 5S é um sistema de organização do ambiente de trabalho que envolve todas as pessoas da organização, representando a base do Sistema de Qualidade Total. Um ambiente de trabalho saudável é fundamental para o aumento da produtividade dos colaboradores. Assim, o Programa 5S alia os sensos de utilização, organização, limpeza, higiene e disciplina para engajar toda a empresa na busca do aperfeiçoamento das relações de trabalho.Após a aplicação sequenciada dos Cinco Sensos, ficarão visíveis melhorias como:

  • Ambiente de trabalho mais seguro e saudável;
  • Otimização do espaço;
  • Maior satisfação dos colaboradores;
  • Ambiente de trabalho mais organizado;
  • Melhor utilização de recursos.

Planejamento e Controle da Produção

O Planejamento e Controle da Produção é a função administrativa em uma empresa responsável por gerenciar as atividades relativas à produção, transmitir informações por todos os setores da empresa e definir o Plano de Produção. Através de atividades como a Previsão de Demanda, Análise de Capacidade, Gestão de Estoques e o Sequenciamento, o PCP tem como objetivo alinhar os níveis da produção com as demandas do mercado. Dessa maneira, o PCP é uma ferramenta capaz de dimensionar as quantidades que devem ser produzidas, além de determinar o que e quanto deve se manter em estoque, o tamanho ótimo para um lote de produtos e o cumprimento de prazos de entrega.

Entre outros benefícios, o PCP garante:

  • Controle sobre os processos e os custos envolvidos;
  • Planejamento e sequenciamento das atividades;
  • Aperfeiçoamento na utilização de recursos, evitando tanto desperdícios quanto sobras ou ociosidade;
  • Dimensionamento da capacidade produtiva;
  • Adequação do estoque a demanda;
  • Redução das perdas por superprodução e produção por antecipação.

Veja case relacionado