PREVISÃO DE FATURAMENTO NO SETOR ALIMENTÍCIO

Devido a um cenário de crise, muitas empresas estão procurando ajuda de consultorias para otimizar seus processos e, consequentemente, cortar custos desnecessários.Tendo isso em vista, uma empresa do setor alimentício procurou a EPR Consultoria com o objetivo de entender sua real capacidade de atendimento e produção.

Será que estamos trabalhando com o número certo de funcionários?

O capital investido é excedente?

Esses são questionamentos muito pertinentes que surgiram na demanda do projeto, mas que não são exclusivos da empresa trabalhada. Além disso, foi demandado um mapeamento dos processos e proposições de melhorias para tais.

 

 

Solução

Para entender o cenário no qual se encontrava a loja estudada, foi realizado um mapeamento dos processos de atendimento e cozinha a partir de entrevistas com os colaboradores e observações das operações. Além disso, foi realizada uma previsão de faturamento levando em conta diferentes variáveis, entre essas o dia da semana e realização de eventos próximos ao estabelecimento.

Essa previsão foi utilizada como embasamento para entender o número de funcionários necessário em diferentes períodos do dia em cada setor. Por fim, foi feito um caderno de proposição de melhorias utilizando a metodologia de 5W2H, que abordava diferentes processos, tanto de atendimento quanto de produção das refeições.

Ainda sobre o mapeamento de processos, a EPR já havia feito outro projeto que nos deu know-how suficiente para construir métricas a serem alcançadas. Nesse projeto, dimensionamos os custos de atividades e relacionamos-os com o faturamento da empresa, de modo que pudéssemos avaliar a proporção relativa entre um e outro.

 

Resultado

Através da metodologia utilizada, foi possível encontrar o número ótimo de colaboradores necessários para que as operações de atendimento e cozinha funcionassem sem perder a qualidade de serviço que a empresa apresentava anteriormente ao projeto.

A ferramenta de previsão de demanda desenvolvida teve um erro médio de 7,3%, apresentando grande precisão. Esse erro foi levado em conta no momento de calcular a capacidade de pessoal da loja. Além disso, foi possível atingir uma redução de custo de 5,4% na folha salarial da empresa, fazendo com que o projeto se pagasse exatamente no tempo despendido para sua realização, que foi de três meses.