Definição de Centros de Custos no Setor Alimentício

ANÁLISE DE CUSTOS
RESUMO

Desafio

  • Identificação e análise de custos de novos produtos, visando a precificação dos mesmos
 
  • Desenvolvimento de centros de custos

Solução

  • Análise contábil de despesas e custos fixos
 
  • Mapeamento dos processos da cozinha

Resultado

  • Ferramenta de análise contábil
 
  • Manual para utilização da ferramenta

 

  • Gerenciamento dos custos da empresa

Desafio

Uma empresa do ramo alimentício, que buscava investir no mercado de alimentos congelados, procurou a EPR Consultoria com o objetivo de identificação e análise de custos dos novos produtos, para posteriormente ser possível precificar cada um deles.

Mockup do Case de Centros de Custos

Solução

Inicialmente foi necessária uma análise contábil para entender as despesas relacionadas à cozinha e os custos fixos do processo (despesas administrativas, aluguel e quadro de funcionários).

Em seguida, foram mapeados os processos de transformação da matéria-prima em produto final. Aqui, analisou-se tempos e movimentações por meio de coletas de dados quantitativas e qualitativas. Assim, foi possível o estudo de variáveis do processo (matéria-prima e desgaste de equipamentos).

Logo, foi feita a definição de dez centros de custos, tornando possível a identificação e clusterização dos cost drivers (causas dos custos de uma atividade), visando melhor entendimento da natureza das despesas. Para a gestão dos centros de custos, criou-se uma ferramenta na qual é possível acompanhar os custos fixos e variáveis de cada tipo de produto.

Soluções utilizadas:

Análise de Custos

A Análise de Custos é um suporte gerencial e estratégico que analisa como os custos da organização se comportam, de modo a identificar e corrigir ineficiências.

Resultado

0
centros de custos definidos
formulários de cadastro

Para a entrega do projeto, foi desenvolvido uma ferramenta para realizar a análise contábil e um manual para servir de guia. 

Nessa planilha, é possível adicionar, alterar ou excluir processos, custos e tempos. Além disso, registrar alterações em equipamentos (nova compra, mudança de tempo de operação, etc) e cadastrar, alterar preços e quantidades e excluir ingredientes e receitas.

Dessa forma, tornou-se possível o gerenciamento dos custos da empresa, auxiliando a precificação dos produtos e sua análise de viabilidade econômica. Com isso, a empresa passou a ter insumos para decisões estratégicas, tais como o investimento no novo mercado e a escolha de quais produtos produzir.

A sua empresa tem um problema semelhante? A EPR Consultoria pode te ajudar!