FERRAMENTAS DA QUALIDADE: UM GUIA PARA MELHORAR A SATISFAÇÃO DO CLIENTE

Tempo de Leitura: 7 minutos

Compartilhe

O que você vai aprender

Ferramentas da Qualidade

As ferramentas da qualidade são uma série de técnicas e metodologias utilizadas por empresas de diversos setores para melhorar a qualidade dos produtos e serviços. Elas são aplicáveis em diferentes áreas da empresa, desde o controle de qualidade na produção até o atendimento ao cliente.

O objetivo principal das ferramentas da qualidade é identificar e resolver problemas nos processos produtivos. Para assim, aumentar a eficiência e eficácia da empresa e melhorar a satisfação do cliente.

As ferramentas da qualidade são baseadas em princípios científicos e matemáticos, e são fundamentadas em coleta e análise de dados para a tomada de decisões baseadas em fatos. Quer saber mais sobre essas ferramentas e como otimizar os processos produtivos na sua empresa? Então, continue lendo o artigo!

O que são ferramentas da qualidade?

Ferramentas da qualidade são técnicas e métodos utilizados para melhorar a qualidade dos produtos e processos de uma empresa. Além disso, elas agregam em várias etapas do processo produtivo, desde o planejamento até a entrega do produto final.

Assim, podem ajudar a identificar as possíveis causas de um problema, mostrar a distribuição de frequência de um conjunto de dados. Além disso, ajudar a identificar os problemas mais relevantes.

Essas ferramentas são essenciais para qualquer empresa que deseje melhorar a qualidade dos produtos e serviços. Aumenta a eficiência, reduz custos e torna as empresas mais competitivas no mercado.

Para que serve as ferramentas da qualidade?

As ferramentas da qualidade servem para auxiliar as instituições a identificar e resolver problemas nos seus processos produtivos. Logo, melhoram a qualidade dos produtos e serviços oferecidos.

Elas permitem que os empreendimentos obtenham uma compreensão mais profunda dos processos e identifiquem as fontes de problemas. Ademais, proporcionam a tomada de ações corretivas para melhorar a qualidade e eficiência.

Possibilitam que os negócios coletem e analisem dados sobre os processos, o que ajuda a identificar padrões e tendências que possam estar afetando a qualidade. Então, com essas informações em mãos, eles podem tomar decisões baseadas em fatos e dados, em vez de suposições ou opiniões subjetivas.

Além disso, as ferramentas da qualidade podem ajudar as empresas a reduzir os custos, aumentar a eficiência e melhorar a satisfação do cliente. Ao identificar e corrigir problemas nos processos, as empresas podem evitar retrabalho, desperdício de materiais e tempo, o que resulta em economia de recursos e aumento da produtividade.

Entenda a importância das ferramentas da qualidade

As ferramentas da qualidade são relevantes para as empresas não só por melhorarem a qualidade dos serviços e/ou produtos. Elas auxiliam também na redução de custos e no aumento da eficiência produtiva. Ademais, como consequência, ajudam no aumento da satisfação dos clientes e da competitividade.

Elas permitem que as empresas identifiquem e corrijam problemas nos processos produtivos, o que resulta em uma melhoria na qualidade dos produtos e serviços oferecidos. Dessa forma, as empresas aumentam a satisfação dos seus clientes, o que pode levar a um aumento das vendas e da fidelidade do cliente.

Do mesmo modo, ao identificar e corrigir problemas nos processos, e até atividades desnecessárias ou ineficientes, as empresas podem reduzir os custos de retrabalho e desperdício de materiais e tempo. Portanto, resultando em economia de recursos e aumento na eficiência e na produtividade.

Quais são as ferramentas da qualidade?

Existem diversas ferramentas da qualidade utilizadas para monitorar e melhorar processos em várias áreas de uma organização. Todavia, elas se diferem por suas especificidades e métodos de aplicação. Conheça abaixo algumas das ferramentas mais utilizadas:

Fluxograma

O fluxograma é uma ferramenta de qualidade que representa graficamente um processo ou um sistema de atividades. Uma representação visual que mostra as etapas de um processo, as decisões a serem tomadas e as entradas e saídas de cada etapa. Além de explicitar as pessoas envolvidas e as conexões entre as etapas.

Ciclo PDCA

O ciclo PDCA (Plan, Do, Check, Act) é uma ferramenta de qualidade que ajuda as organizações a melhorar continuamente seus processos e produtos. Uma abordagem sistemática de quatro etapas utilizada para planejar, executar, verificar e agir sobre mudanças necessárias para alcançar os objetivos estabelecidos. Ademais, é eficaz porque permite que as organizações aprendam com suas experiências e melhorem continuamente seus processos e produtos.

Ciclo PDCA

Diagrama de Pareto

A princípio, o diagrama de pareto, também conhecido como Princípio 80/20, é uma ferramenta de qualidade que analisa os problemas do fluxo produtivo. Ajuda a identificar e priorizar os gargalos e suas causas em um processo ou sistema. Foi desenvolvido por Vilfredo Pareto, um economista italiano, que observou que cerca 20% dos motivos causavam 80% dos efeitos.

Diagrama de Dispersão

O diagrama de dispersão é uma ferramenta de análise de dados que ajuda a identificar a relação entre duas variáveis. Usado para analisar a relação entre duas variáveis numéricas, mostrando como uma variável é afetada pela outra. Além disso, a ferramenta é especialmente útil para identificar padrões, tendências e correlações entre variáveis.

Diagrama de Ishikawa

Bem como o diagrama de ishikawa, diagrama de espinha de peixe ou diagrama de causa e efeito, é uma ferramenta de análise de qualidade que ajuda a identificar as causas da raiz de um problema. Sendo assim, utilizado para representar graficamente todas as possíveis causas de um problema, a fim de identificar as principais causas e desenvolver um plano de ação para eliminá-las.

Diagrama de Ishikawa

Folha de Verificação

A folha de verificação é uma ferramenta utilizada para coletar dados e informações de forma organizada e padronizada. Uma forma simples e eficaz de organizar e resumir dados,  para analisá-los posteriormente e utilizá-los para tomar decisões e implementar melhorias.

Histograma

O histograma é uma ferramenta gráfica utilizada para representar a distribuição de um conjunto de dados quantitativos em relação à frequência de ocorrência de cada valor. É uma forma eficaz de visualizar a distribuição dos dados. Do mesmo modo que facilita na identificação de características importantes, como a média, a mediana, a moda, a dispersão e a presença de outliers (valores discrepantes).

Histograma

Carta de Controle

A carta de controle é uma ferramenta gráfica utilizada para monitorar a estabilidade e a variabilidade de um processo ao longo do tempo. Assim, é uma forma eficaz de identificar a presença de variações no processo que possam afetar a qualidade do produto ou serviço.

Carta de Controle

Confira 7 benefícios da sua utilização

As ferramentas da qualidade facilitam a identificação e correção de gargalos no fluxo produtivo, o que resulta em diversos benefícios para as organizações que as utilizam. Veja abaixo os 7 principais benefícios de sua utilização:

1. Melhoria da qualidade dos produtos e serviços: As ferramentas da qualidade permitem que as empresas identifiquem problemas e corrijam deficiências nos seus processos produtivos. Resultando, portanto, em produtos e serviços com melhor qualidade e maior conformidade com as expectativas dos clientes;

2. Redução de custos: Ao eliminar atividades desnecessárias ou ineficientes nos seus processos, as empresas podem reduzir custos de produção, retrabalho e desperdício de materiais;

3. Aumento da eficiência e produtividade: As ferramentas permitem que as empresas identifiquem gargalos e desperdícios em seus processos produtivos, o que resulta em maior eficiência e produtividade;

4. Maior satisfação do cliente: Ao melhorar a qualidade dos produtos e serviços oferecidos, as empresas aumentam a satisfação dos seus clientes, o que pode levar a um aumento das vendas e da fidelidade do cliente;

5. Melhoria da comunicação interna: As ferramentas da qualidade incentivam a comunicação e colaboração entre os diferentes setores da empresa. Assim sendo, permitem que as equipes trabalhem em conjunto para alcançar os objetivos da empresa;

6. Tomada de decisões mais embasadas: As ferramentas são baseadas em análise de dados, o que permite que as empresas tomem decisões mais embasadas e fundamentadas em fatos;

7. Maior competitividade: Ao utilizar as ferramentas da qualidade, as empresas podem melhorar seus processos e produtos, o que as torna mais competitivas no mercado.

Veja também as 7 melhores práticas para a sua implementação

Para implementar efetivamente ferramentas da qualidade em uma empresa, é importante realizar um planejamento prévio e seguir algumas práticas recomendadas. Evitando assim, análises erradas por falta de informação e retrabalho. Essas práticas incluem:

1. Definir objetivos claros: é importante definir objetivos claros e mensuráveis para a implementação das ferramentas da qualidade, para que seja possível avaliar o sucesso do projeto;

2. Envolvimento da alta gerência: a liderança da empresa deve estar envolvida e comprometida com o projeto, fornecendo suporte e recursos necessários para a implementação das ferramentas da qualidade;

3. Capacitação da equipe: é importante que a equipe esteja capacitada e treinada nas ferramentas da qualidade que serão implementadas, para que possam utilizá-las adequadamente;

4. Identificar processos críticos: é recomendável começar a implementação das ferramentas da qualidade em processos críticos, que apresentam maior impacto na qualidade dos produtos e serviços da empresa;

5. Coletar e analisar dados: as ferramentas da qualidade são baseadas em dados, portanto é necessário coletar e analisar dados relevantes para identificar oportunidades de melhoria;

6. Estabelecer um sistema de monitoramento: é importante estabelecer um sistema de monitoramento contínuo para avaliar a eficácia das ações de melhoria implementadas e identificar novas oportunidades de melhoria;

7. Manter um ambiente de melhoria contínua: a implementação das ferramentas da qualidade deve ser vista como um processo contínuo de melhoria, e não como uma iniciativa pontual. Assim sendo, é importante manter um ambiente propício à melhoria contínua, incentivando a participação da equipe e valorizando a busca por melhorias.

Deste modo, é possível perceber a importância das ferramentas de qualidade. Elas são muito utilizadas para análise dos dados, que irão refletir no controle de qualidade dos produtos ou serviços oferecidos.

Para isso a EPR Consultoria desenvolveu uma ferramenta automática com dois tipos de carta de controle para ter melhor controle de seu negócio clicando aqui.

Carta de Controle

voltar ao topo

Saiba mais

Banner - case gestão de custos

CASE DE ANÁLISE DE CUSTOS EM EMPRESA DE UTENSÍLIOS MÉDICOS

ANÁLISE DE CUSTOS – A EPR Consultoria foi contratada com o objetivo de validar e identificar as melhorias no sistema de gestão de custos de uma empresa produtoras de instrumentos médicos cirúrgicos de alta performance. A realização do estudo gerou a criação de um mapa interativo de atividades e duas planilhas de acompanhamento da gestão de custos proposta, dando ao cliente mais assertividade e controle na gestão de custos da sua empresa.

Leia mais »