PLANEJAMENTO AGREGADO DA PRODUÇÃO: SAIBA COMO APLICAR SUAS ETAPAS

Tempo de Leitura: 5 minutos

Compartilhe

O que você vai aprender

planejamento agregadoO planejamento agregado de produção é um método eficiente de gerenciamento da produção.

Sendo ótimo para reduzir custos operacionais tornando a empresa mais competitiva. Saiba mais sobre o que é, quando implementar, sua importância e o passo a passo a seguir.

 

O que é planejamento agregado?

O planejamento agregado é um plano global, de médio prazo, para tomadas de decisão a respeito da quantidade de produção.

As tomadas de decisão estão ligadas às metas e objetivos estratégicos da empresa e visam minimizar o custo da produção. O termo agregado refere-se a ideia de que o planejamento agrega produtos em grupos, com o intuito de ter uma visão mais geral e não específica.

Para isso, adote unidades comuns às categorias de produtos e expresse a demanda nessas unidades. No entanto, é importante ressaltar que todos os setores devem estar envolvidos no planejamento, para que os objetivos estejam alinhados e tudo funcione de forma eficiente. Entre as entradas do planejamento agregado estão a capacidade de produção, a quantidade de estoque, previsão de demanda e mão de obra disponível.

Ao analisar as entradas, crie diversas estratégias em busca daquela que minimize o custo total. O principal objetivo do planejamento agregado é atender às demandas irregulares, uma vez que seu horizonte é de médio prazo.

 

Para que o planejamento agregado serve?

O planejamento agregado de produção serve tanto para maximizar a eficiência operacional de todos os setores quanto para maximizar os lucros envolvidos.

Além disso, ao realizar o planejamento, é possível ter uma visão dos investimentos que serão necessários a médio prazo. Tem como exemplo,  os investimentos que influenciam na demanda, abordados no passo a passo do planejamento agregado. Uma vez encontrada a combinação que minimiza os custos totais relativos de produção, no período determinado, os resultados serão percebidos. Lembrando que devemos sempre buscar atender a demanda prevista.

Os custos, investimentos em estoque, variações na produção e alterações na força de trabalho serão minimizados. Já a utilização da fábrica, utilização dos equipamentos e o atendimento à demanda serão maximizados.

 

Qual a importância de fazer o planejamento agregado?

Em primeiro lugar, saiba que o planejamento agregado não substitui o tradicional, que é realizado em um período maior, como anualmente, ou até mesmo de seis em seis anos.

Pelo contrário, ambos devem se correlacionar, sendo o plano agregado uma maneira a médio prazo para alcançar o objetivo de longo prazo do plano tradicional. O planejamento agregado é importante para otimizar sua produção a médio prazo, diminuir os custos e principalmente atender a demanda daquele período. Também tem que garantir que não haja faltas ou excesso.

Se deve encontrar o equilíbrio entre produção e estoque, para que tanto a empresa quanto o cliente estejam satisfeitos com o resultado.

 

Onde implementar o método de planejamento agregado?

Os principais momentos em que o planejamento agregado é crucial, são os períodos de maior variação da demanda. Nesses períodos, se torna necessário uma maior avaliação da produção para que os recursos produtivos estejam disponíveis em quantidade adequada e nos momentos certos.

Nem sempre a demanda de uma empresa é constante, por isso, em um período de médio prazo, reveja suas estratégias. Como o planejamento é um processo aproximado e não totalmente preciso – uma vez que trabalha com previsões de demanda – as influências externas devem ser contabilizadas.

Uma gestão de riscos e análise dos piores cenários ajuda nos momentos de crise, momentos em que o planejamento agregado se torna mais necessário do que nunca.

 

Etapas para realizar o planejamento agregado

Para a realização do planejamento agregado, todas as áreas da empresa devem contribuir, a fim de equilibrar seus objetivos estratégicos. Uma vez estabelecidos os objetivos do planejamento, é necessário seguir etapas para definir métricas.

Primeiro passo é definir a duração do horizonte de tempo que varia conforme sua previsão de negócio, geralmente o período é de três a dezoito meses. Após definido o horizonte de tempo, obtenha a previsão de demanda para tal período, essa estimativa irá guiar todo o planejamento e tomadas de decisão. Em seguida, determine sua oferta, visando atender a demanda estimada. Lembre-se de estimar todas as alterações possíveis, tanto com a demanda quanto com os recursos produtivos, gerenciando os riscos.

Uma vez simulado os cenários, é possível prever e corrigir imprevistos que virão acontecer, sem prejudicar a organização. Após isso, deve-se calcular o estoque do período. Por fim, monte seu planejamento orçamentário, ou seja, planeje seu orçamento para obter uma visão dos resultados gerais a médio prazo.

É recomendado que sejam considerados apenas os custos relevantes, para que fique da forma mais simples possível. Todos os custos que independem da alternativa de planejamento são irrelevantes no plano agregado.

 

Técnicas para aplicar o método de planejamento agregado

Para a aplicação do método de planejamento agregado, existem duas principais técnicas chamadas de estratégia de nível e estratégia de perseguição. A estratégia de nível ou nivelamento, busca a garantia que sempre a demanda será atendida, resultando em um alto investimento em estoque, para que nunca ocorram faltas de produtos.

Já a estratégia de perseguição, consiste em produzir de acordo com a demanda daquele período, resultando em um baixo investimento em estoque, mas um alto risco de alteração na disponibilidade de recursos. Fica evidente, que ambas as estratégias possuem custos associados a elas, logo, a melhor solução é buscar combinar as alternativas, emparelhando produção e demanda, ao menor custo possível, justamente o objetivo do planejamento agregado.

Além disso, é possível buscar estratégias para influenciar a demanda e a produção, que devem ser realizadas a fim de buscar esse nivelamento. Para modelar a demanda, a área do marketing da empresa se destaca, através da publicidade, promoção e estudo de preços. Ademais, também é possível a criação de produtos complementares para períodos sazonais, como datas festivas.

Dessa forma, ao influenciar a demanda o planejamento agregado se torna mais previsível e com menos custos, como estoque. Já para influenciar a produção, várias técnicas podem ser utilizadas, de acordo com sua necessidade. Contrate e demita funcionários, faça uso de horas extras ou redução da jornada de trabalho, acumule estoques nos meses com menos demanda para utilizar nos com alta demanda ou até mesmo subcontratar parte da produção.

 

O planejamento agregado busca equilibrar a demanda com a oferta para que a empresa não tenha problemas com superprodução ou falta de produtos. Para te ajudar com isso, a EPR desenvolveu uma ferramenta de cadastro e controle de pedidos para impulsionar o seu negócio a outro nível! Clique aqui e use agora!

planilha cadastro e controle de pedidos

voltar ao topo

Saiba mais

CASE DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO EM LOJA DE VINHOS

GESTÃO ESTRATÉGICA – O projeto foi desenvolvido em uma loja de vinhos, espumantes e cervejas artesanais em parceria com a Empresa Jr. ESPM. A loja necessitava de um planejamento estratégico para o período de veraneio na pandemia, uma vez que os negócios foram afetados pelo covid-
19.

Leia mais »