EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO: A DUPLA PERFEITA PARA ALAVANCAR SEUS NEGÓCIOS

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O que você vai aprender

 

Empreendedorismo e inovação andam juntos para alavancar negócios que surgem no mercado. Dessa forma, ao longo deste texto, serão explicados os conceitos que regem essa relação, a influência desempenhada entre o empreendedorismo e a inovação, assim como dicas para aliar os dois conceitos e empreender com sucesso.

 

O que é empreendedorismo e inovação?

Empreender no cenário atual é um grande desafio para quem almeja o próprio negócio, visto que estamos em um mercado cada vez mais competitivo. Assim, para alcançar o sucesso em empreender, o negócio deve apresentar algo inovador. Ou seja, que o diferencie do que já é oferecido, atendendo com qualidade uma demanda da sociedade.

Portanto, além de realizar um bom planejamento para dar origem a um novo negócio de sucesso, deve-se unir a habilidade de observar um problema e de encontrar soluções que possam ser vendidas para o mercado com resultados positivos. Em outras palavras,  empreendendo. Além disso, é necessário se manter sempre atento ao crescimento do negócio por meio de novos caminhos, o que se alcança por meio da inovação.

 

O que é empreendedorismo?

Empreender se refere a ter iniciativa, ser líder e ser capaz de realizar descobertas em busca de resolver problemas ou garantir a melhoria de algo já existente. Além disso, um empreendedor de sucesso deve possuir resiliência para alcançar o sucesso, tendo em vista que para empreender não podemos desistir após um primeiro fracasso.

Um grande exemplo atual de empreendedorismo são as startups, em que empreendedores observam problemas recorrentes no dia-a-dia das pessoas na sociedade e encontram formas de resolvê-los. Dessa forma, buscam atender às expectativas do seu público alvo.

 

O que é inovação?

Inovação consiste em criar algo que tenha funcionalidade, que seja diferente do que já existe e que possa atender o mercado. Além disso, inovar é atentar-se ao crescimento de um negócio, ou seja, não permitindo que o desenvolvimento se congele. Portanto, garante-se um negócio que se atualize ao longo do tempo, mantendo-se competitivo no mercado.

Dessa maneira, a tecnologia é uma grande aliada para inovar, como por meio de tendências como a automação, computação em nuvem, entre outros. Porém, além de investimentos, para inovar com sucesso, três pontos merecem destaque, sendo eles: 

  1. Atender aos interesses dos consumidores; 
  2. Despertar a criatividade;
  3. Ouvir a equipe que faz o negócio.

Qual é a relação entre o conceito de inovação e de empreendedorismo?

Empreendedorismo e inovação estão diretamente relacionados e, para o alcance do sucesso de um negócio, eles devem andar em conjunto na criação e no cuidado com o seu desempenho. Nesse sentido, vale lembrar que uma empresa precisa entrar no mercado com um diferencial que seja atualizado ao longo do tempo.

Dessa forma, o empreendedorismo garante que a empresa chegue ao mercado para a resolução de um problema recorrente da sociedade que ainda não foi atendido, e a inovação garante o diferencial do negócio frente à competitividade do mercado. Esse diferencial deve se manter em constante desenvolvimento para a sustentabilidade da empresa, almejando, ainda, aumentar seu market share.

Um grande exemplo de negócio inovador do nosso cotidiano são os serviços de transporte urbano por meio de aplicativos. Esses serviços vieram para substituir os táxis, pois se adaptaram tanto à nova realidade quanto à tecnologia e à demanda da sociedade. Assim, passaram a abranger uma grande parcela dos usuários de táxis e, ainda, pessoas que antes utilizavam outros meios de transporte.

 

Como a inovação ajuda no empreendedorismo?

Empreender com sucesso é, inevitavelmente, ter a inovação no mindset da criação, pois o empreendedorismo atende novas questões da sociedade e tem a iniciativa de colocar soluções em prática. Entretanto, a empresa que manter sua solução engessada no tempo não consegue se sustentar a longo prazo e, muito menos, crescer.

Assim, a inovação se encaixa perfeitamente ao empreendedorismo, pelo fato de que a partir dela as expectativas dos consumidores podem ser cada vez mais atendidas. O mundo em que os consumidores vivem é passível de mudanças velozes que exigem soluções cada vez mais rápidas e melhores para atender as demandas que surgem, e as empresas devem estar atentas a isso. 

Esse pensamento no consumidor é essencial, pois sempre devemos levar em consideração o que ele espera e precisa para os problemas que enfrenta no dia-a-dia, sabendo que buscam cada vez mais velocidade, praticidade e controle das suas ações.

 

Como empreender com inovação?

Empreender com inovação é a chave para o sucesso de um negócio. Por isso, para alcançar o êxito unindo esses conceitos é muito importante que se invista em métodos que auxiliem essa construção, como o design thinking, que auxilia a busca de soluções criativas para um problema de forma coletiva.

Também deve-se investir em estratégias que façam você conhecer o negócio, como por meio de pesquisas de mercado, tendo em vista conhecer e ter o domínio sobre quem é o seu público e qual o meio em que se está inserido.

 

Leia também: OTIMIZAÇÃO DE RECURSOS: COMO COLOCAR EM PRÁTICA E POTENCIALIZAR O DESEMPENHO DA EMPRESA 

Por fim, é essencial que sempre se esteja atento às novas tecnologias e às demandas que surgem do mercado. E, dessa forma, enraizar uma cultura organizacional voltada à inovação em busca de manter o desenvolvimento da empresa trazendo novos diferenciais ao mercado.

 

5 dicas para aliar empreendedorismo e inovação

Para aliar empreendedorismo e inovação, separamos algumas dicas muito importantes. Confira abaixo:

 

1. Observar a concorrência

É fundamental que aprendamos com iniciativas de empresas do país e de fora que alcançaram o sucesso ou o fracasso. Assim, tomamos como exemplo o que deve e o que não deve ser seguido.

 

2. Alinhar os objetivos da empresa

Alinhar os objetivos da empresa e determinar como alcançá-los para chegar ao patamar que se almeja, definindo metas, prazos e responsáveis, por exemplo.

 

3. Estimular a criatividade da equipe

Estimular a criatividade da equipe envolvida no negócio, para que não seja apenas o dono da empresa o responsável pela criação de soluções, mas sim a equipe como um todo. Para o estímulo dessa criatividade pode-se realizar cursos, dinâmicas entre o time e metodologias de suporte.

 

4. Capacitar o time

Capacitar o time para o desenvolvimento de novos conhecimentos e habilidades que auxiliarão na inovação do negócio.

 

5. Foco no cliente

A última dica, e talvez a mais importante, é ter foco no cliente, porque as inovações devem vir em benefício a eles, ou seja, devemos buscar saber quais seus problemas e desejos para que a entrega do negócio faça diferença na vida dos consumidores. Uma ótima forma de fazer isso é por meio de formulários de pesquisa, entrevistas diretas e formulação de  um produto mínimo viável (MVP) antes de elaborar o produto final.

 

 

Uma das melhores maneiras para trazer inovação para o seu negócio é contando com o serviço de uma empresa júnior. Conheça os benefícios das EJ aqui!

voltar ao topo

Saiba mais