SCRUM: SAIBA O QUE É E COMO APLICAR NOS SEUS NEGÓCIOS

Tempo de Leitura: 8 minutos

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O que você vai aprender

Scrum - EPR

Scrum é uma metodologia utilizada para gestão dinâmica e ágil de projetos. Ao longo deste texto será explicado sua definição, origens, objetivos, principais características e estrutura. Além do mais, os termos corriqueiros utilizados, atividades e aplicações do Scrum também serão abordados. 

Vale destacar que o Scrum é um conceito de extrema importância para gerenciamento de projetos e de equipes, pois auxilia na organização, no desenvolvimento ágil, no estabelecimento de metas e cumprimento de prazos para entrega de um bom resultado. Continue com a leitura e saiba mais sobre este método cheio de benefícios!

O que é scrum?

O método Scrum foi criado por Jeff Sutherland e Ken Schwaber e inicialmente era apenas utilizado em indústrias de tecnologia, com o intuito de otimizar os processos de criação de produtos. No entanto, hoje em dia ele não é mais apenas isso. Nesse sentido, o Scrum se encontra dentro do conceito de metodologia ágil, ou seja, pode ser utilizado em diversos setores para desenvolver produtos e se tornou uma ferramenta muito dinâmica para gerenciamento de projetos.

Sendo assim, o Scrum pode ser aplicado a todos os tipos de trabalho em equipe – e por isso é tão popular. O Scrum descreve um conjunto de reuniões, ferramentas e cargos que atuam em conjunto para auxiliar as equipes a organizarem e gerenciarem seus trabalhos.

Dessa forma, através do Scrum, o projeto se torna mais assertivo e possibilita uma organização mais flexível, onde mudanças podem ser feitas ao decorrer do processo. Assim, facilita a resolução de problemas de forma mais personalizada e eficiente. Dessa forma, utilizando o Scrum, é possível evitar retrabalho e diminuir custos envolvidos.

Principais características do scrum

O Scrum é uma metodologia muito eficiente e importante para gerenciamento de projetos. Suas principais características contribuem muito para esse gerenciamento ágil, o que difere muito de um gerenciamento tradicional de projetos.

Dessa forma, o Scrum possui iterações bem curtas de uma a quatro semanas, com entregáveis em todas elas, além de times pequenos e multidisciplinares com foco na entrega de valor para o cliente. Ainda, uma de suas principais características são as reuniões frequentes, porém breves e assertivas, além da necessidade de priorização das atividades de acordo com o backlog. Junto disso, vale citar a flexibilidade do Scrum em relação a mudanças. 

Sendo assim, através do Scrum, a gestão de processos se torna mais eficiente. Afinal, o Scrum reduz dificuldades, como a falta de planejamento e falhas na comunicação, tanto interna quanto externa. Além de promover a cooperação entre equipes e a simplificação de processos.

Glossário scrum: saiba mais

Sprint é um dos conceitos mais importantes do Scrum. Dessa maneira, Sprint é o nome dado para os ciclos em que o Time Scrum trabalha em conjunto para concluir uma tarefa. Esses Sprints podem ser semanais, quinzenais e até mensais, afinal, são de critério de cada equipe e podem sofrer mudanças no decorrer do projeto.

Outro conceito muito importante do Scrum é o de Daily Scrum, que diz respeito a uma reunião diária que tem como objetivo principal o acompanhamento do projeto. Na Daily Scrum, a equipe se reúne para discutir as atividades desenvolvidas, compartilhar aprendizados, identificar problemas e priorizar o trabalho. Um ponto interessante é que o Scrum propõe que estas reuniões sejam bem rápidas e objetivas. Nesse sentido, a meta principal da Daily Scrum é todos os membros estarem bem atualizados e alinhados com o sprint. 

E por fim, outros conceitos super importantes do Scrum são o Product Backlog e Sprint Backlog. Product Backlog é o conjunto de objetivos do projeto, contendo o desmembramento dos atores, interfaces, ações, dados, regras de negócio, ambiente e qualidade do projeto. Relacionado a esse conceito, temos o Sprint Backlog, que são as atividades específicas a se realizar em cada sprint para atingir o objetivo principal do projeto.

Quais são as atividades do scrum?

No Scrum há uma divisão de atividades específicas entre os participantes do projeto, com cargos que puxam a equipe e também os responsáveis pelo desenvolvimento. Dessa forma, todas as partes são responsáveis pelo bom funcionamento do Scrum e é apenas com essas atividades e cargos bem definidos que é possível ter sucesso utilizando o Scrum.

Saiba mais sobre cada uma das atividades do Scrum na sequência!

Product Owner

Product Owner é o principal intermediário entre a equipe e o cliente. Ou seja, responsável por representar o cliente durante o projeto. De acordo com o que foi passado pelo cliente, o Product Owner elabora uma ordem de priorização das tarefas que precisam ser desenvolvidas em cada Sprint Backlog. 

Sendo assim, o Product Owner possui como foco compreender o negócio, o cliente e os requisitos do mercado. Além disso, ajuda a garantir que o Time Scrum compreenda os itens de trabalho no backlog do produto e agregue o máximo de valor para os negócios.

Scrum Master

Através de uma compreensão macro do trabalho realizado pela equipe, o Scrum Master é responsável por orientá-la e fazer com que os processos fluam e funcionem. Dessa forma, o Scrum Master busca encontrar os pontos de melhoria no projeto e otimizá-los na prática. Ou seja, estar sempre estimulando a melhoria contínua no processo.

O Scrum Master executa a liderança do processo e ajuda a equipe Scrum e o resto da organização a desenvolver sua própria abordagem, com melhor desempenho, respeitando as particularidades de cada uma. Ademais, é o responsável por guiar as reuniões e impulsionar a equipe.

Em geral, o Scrum Master não tem autoridade para controlar a equipe, sendo a principal diferença do papel tradicional do Gerente de Projeto. Portanto, o Scrum Master age como um líder, não como um gerente.

Time scrum

O Time Scrum é a equipe responsável pelo desenvolvimento do produto, de acordo com o que foi exigido no Sprint. O Time Scrum fica encarregado das tarefas, as quais estão sempre alinhadas com o Scrum Master e o Product Owner, mantendo sempre a transparência entre os cargos do projeto.

O Time Scrum deve ser multidisciplinar e ter poucos participantes. Caso necessário, é possível criar mais grupos com focos específicos.

Os membros das equipes devem possuir diferentes competências que serão passadas para os outros, com o intuito de todos serem capazes de realizar as tarefas e não se tornarem um empecilho para a entrega do trabalho. Sendo assim, todos os membros se ajudam com um objetivo em comum: sucesso na conclusão do sprint.

A estrutura scrum

O Sprint Cycle é a organização necessária para que o Scrum funcione da melhor forma possível. Por isso, quando um projeto começa, o Product Owner se reúne com os stakeholders com o objetivo de alinhar as expectativas e entender realmente a demanda do cliente. Dessa conversa, surge o Product Backlog, que são os requisitos necessários para atingir o objetivo do projeto.

Assim que o Product Backlog está definido, o cliente e o Product Owner alinham as prioridades, as quais possuem maior valor ao cliente. Feita essa definição, as prioridades são selecionadas e transportadas para o Sprint Backlog para compor o Sprint. Após, dentro do Sprint Backlog, os requisitos são divididos em partes menores, chamadas de atividades.

No início do projeto ocorre uma reunião de planejamento, a Sprint Planning. É no Sprint Planning que o Sprint Backlog é apresentado e a equipe define quais atividades serão realizadas até o final daquele Sprint. Durante esse período, são realizadas reuniões diárias curtas para alinhar o que foi feito no dia anterior e o que será feito em um novo período de trabalho.

Após a finalização de um sprint são realizadas as reuniões de Sprint Review e Sprint Retrospective. Na Sprint Review é apresentado ao cliente o que foi feito e recebe-se o feedback dele para possíveis ajustes ou melhorias. Já na Sprint Retrospective, o time se reúne para conversar sobre as dificuldades que passaram no período e como melhorá-las para o próximo Sprint. Essas reuniões servem para manter o projeto sob controle em relação a prazos e engajar o time a continuar trabalhando.

Scrum - Metodologia

Onde o scrum pode ser aplicado?

Scrum é um termo bem conhecido na área da tecnologia e é amplamente utilizado por times de desenvolvimento de software. No entanto, o Scrum é quase completamente desconhecido por profissionais de outras áreas, como profissionais de planejamento e controladoria, apesar de também poder ser aplicado por elas.

E, apesar do Scrum ter sido criado para gerenciamento de projetos de software, também pode ser utilizado em equipes de manutenção de software ou como uma metodologia de gerenciamento de projetos ou programas, independente da área de atuação.

Como aplicar o scrum?

Um dos primeiros passos para a implementação do Scrum nas empresas é entender primeiramente todas as etapas necessárias para estabelecer esse método de gerenciamento. Sendo assim, um bom início é fazer download do guia oficial do Scrum e estudá-lo a fundo. 

Dessa forma será possível entender exatamente todas as etapas presentes nessa metodologia. Assim, será possível começar a organizar equipes, responsáveis, planejar o backlog, sprint e controlar as tarefas através de um quadro scrum, por exemplo, contendo a situação de cada uma das atividades a serem feitas.

Além disso, é possível realizar leitura de livros sobre o assunto, além de cursos online para maior domínio da metodologia. Ainda, é possível obter certificação Scrum, através de curso online, como no Agile Scrum Foundation. Dessa forma, é possível começar a colocar realmente o Scrum na prática e impulsionar o crescimento empresarial.

Quer saber mais sobre gestão de projetos? Então confira agora mesmo o nosso artigo exclusivo sobre o assunto!

voltar ao topo

Saiba mais