MATRIZ GUT: CONHEÇA VANTAGENS E COMO FAZER A SUA

Tempo de Leitura: 8 minutos

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O que você vai aprender

Matriz GUT: conheça vantagens e como fazer a sua

 

A matriz GUT é uma ferramenta simples de utilizar quando comparada a outros métodos de priorização existentes. De maneira resumida, ela é uma ferramenta utilizada na priorização da resolução de problemas por meio de 3 critérios: Gravidade, Urgência e Tendência. 

Neste texto abordaremos os objetivos dessa ferramenta, seus benefícios, os elementos que a compõem e a importância de utilizar a matriz GUT dentro da sua empresa. Além disso, vamos explicar detalhadamente como aplicá-la nos negócios.

 

O que é matriz GUT?

A matriz GUT é uma ferramenta muito utilizada em priorização de tarefas e estratégias. Assim, tem uso em empresas e negócios que precisam organizar seus fluxos de trabalho e projetos. 

A sigla GUT significa Gravidade, Urgência e Tendência, que são critérios para determinar o que realmente é prioridade. Para cada critério, é atribuída uma nota de 1 a 5, sendo 1 a situação mais favorável e 5 a menos favorável. Ao final, esses valores são multiplicados, resultando na pontuação da GUT.

Essa ferramenta foi criada por Charles H. Kepner e Benjamin B. Tregoe nos anos 80, e eles eram especialistas em resoluções de questões organizacionais. Ambos tinham como propósito priorizar a resolução de problemas complexos nas indústrias americanas e japonesas. 

Em sua essência, a matriz GUT é uma ferramenta da qualidade utilizada para a priorização de tomadas de decisões. Por esse motivo, também é conhecida como Matriz de Prioridades.

 

Para que serve a matriz GUT?

De maneira geral, a matriz GUT pode ser utilizada em quaisquer situações nas quais é preciso tomar decisões que exigem uma análise mais cuidadosa de determinados contextos. Dessa forma, se mostra uma análise imprescindível para tomadas de decisões.

 Como resultado da aplicação da matriz GUT, dispõe-se de uma lista de itens priorizados, onde ela possibilita identificar o que deve ser feito primeiro. Essa informação  muitas vezes é crucial para a efetividade da resolução de um problema. Contudo, ainda é possível saber onde alocar recursos para evitar maiores danos para a organização. 

Podemos dizer que a matriz GUT auxilia também no Planejamento Estratégico de uma empresa, para conseguir tirar ideias do papel e colocá-las realmente em prática, e assim, efetivar ações definidas no planejamento.

 

Quais as vantagens da matriz GUT?

Uma das vantagens da matriz de priorização está na  avaliação quantitativa dos problemas de uma área ou de toda organização. Dessa forma, ações corretivas e preventivas são priorizadas para que o problema seja eliminado de forma parcial ou completa.

 É comum que muitas vezes não tenhamos muita racionalidade para escolher o que necessita ser realizado e que deve ser priorizado. Muitas vezes fazemos escolhas no impulso ou pelo achismo, sem utilizar uma visão sistêmica para auxiliar no processo. No entanto, essa ferramenta é uma forma de descomplicar a análise e deixar nossa visão mais focada.

Como a Matriz GUT é de fácil implementação e não exige tecnologia, qualquer tipo de empresa ou qualquer setor pode utilizar facilmente a ferramenta. Ela pode ser usada tanto pelas pessoas da área operacional, auxiliando a equipe a decidir questões mais rotineiras. Ou também, pelas pessoas da área estratégica, ajudando o gestor a fazer resoluções importantes que impactam o futuro do negócio.

 

Quais os elementos da matriz GUT?

Não existe muito mistério quando o assunto é sobre matriz GUT. Os conceitos mais importantes desta ferramenta de gestão passam pelo entendimento dos 3 elementos de classificação de problemas. 

Abaixo vamos contextualizar cada um deles:

 

Gravidade (G)

No primeiro elemento da matriz GUT, avaliamos o impacto do problema caso ele venha a acontecer, de maneira isolada.  Neste caso é analisado aspectos como: pessoas, resultados, processos, tarefas, organizações etc. Analisando sempre seus efeitos a médio e longo prazo, caso o problema em questão não seja resolvido. 

É recomendado que seja feita a seguinte pergunta: “Não arrumar este problema, vai acarretar em quais efeitos ao longo do tempo?”

 

Nessa avaliação, atribuímos notas de 1 a 5, seguindo os seguintes critérios:

  1. sem gravidade;
  2. pouco grave;
  3. grave;
  4. muito grave;
  5. extremamente grave.

 

Urgência (U)

No segundo elemento da matriz GUT, temos que analisar o prazo, o tempo disponível ou necessário para resolver o problema determinado. Quanto maior a urgência, menor será o tempo disponível para resolver esse problema. 

É recomendado que seja feita a seguinte pergunta: “A resolução deste problema pode esperar ou deve ser realizada imediatamente?”

 

Nessa avaliação, atribuímos notas de 1 a 5, seguindo os seguintes critérios:

  1. sem urgência;
  2. pouco urgente;
  3. urgente;
  4. muito urgente;
  5. extremamente urgente.

 

Tendência (T)

Neste último elemento da matriz GUT, temos que identificar o possível potencial de crescimento do problema e a probabilidade do problema aumentar com o passar do tempo. Neste caso, é realizada uma avaliação da tendência de redução, crescimento ou desaparecimento do problema.  

É recomendado que seja feita a seguinte pergunta: ”Se eu não resolver esse problema agora, ele vai piorar pouco a pouco ou piorar bruscamente?”. 

 

Também receberá uma nota de 1 a 5, sendo:

  1. não existe risco de agravamento;
  2. situações que podem piorar apenas a longo prazo;
  3. podem piorar a médio prazo;
  4. podem piorar em curto prazo;
  5. tendem a piorar imediatamente.

 

Como funciona uma matriz GUT?

Agora que você já está por dentro de cada elemento que compõe a técnica, vamos ao próximo passo. Como comentado anteriormente, a matriz GUT é composta pelos critérios de gravidade, urgência e tendência. De maneira resumida, para aplicar a Matriz GUT basta construir uma tabela listando os itens (problemas, riscos, não conformidades, etc.) que deseja considerar e avaliar.

Uma boa maneira para calcular a matriz GUT é criar uma boa e velha planilha. Basicamente, você irá precisar de seis colunas contendo:  identificação do problema ou tarefa a analisar (pode ser mais de um); classificação do grau de gravidade desse problema; classificação da urgência quanto à necessidade de resolver o problema; e por fim a tendência, para avaliar o que pode acontecer se nada for feito.

Para isto, basta atribuir notas de 1 a 5 para cada um desses aspectos, sendo nota 1 não tão grave nem urgente, e nota 5 extremamente grave e urgente. Por fim, deve-se multiplicar as notas de cada aspecto (G x U x T) e na sequência, ordenar os itens de forma crescente. Como resultado, temos uma lista priorizada desses itens. Tendo a Matriz GUT pronta, você tem uma visão completa da abordagem do problema.

 

Matriz GUT: como fazer?

Para começar a utilizar a matriz GUT, o primeiro grande passo é reunir a equipe para um Brainstorming inicial, no qual serão identificados os problemas mais importantes para serem priorizados pela matriz.

Após chegar em um consenso, os colaboradores devem fazer suas avaliações e enumerar os problemas de acordo com as notas e seus respectivos pesos. Para exemplificar ainda melhor, separamos um passo a passo para seguir e construir de acordo com a ordem, a Matriz GUT em sua empresa:

  1. Construa uma tabela colocando nas linhas os problemas a serem considerados;
  2. Classifique os problemas para cada uma das variáveis (Gravidade, Urgência e Tendência);
  3. Multiplique as três notas e construa um ranking de problemas com os resultados;
  4. Dê prioridade aos problemas com maior nota analisando seus pontos fracos;
  5. Por fim, elabore um plano de ação para combater estes problemas!

 

Seguindo este passo a passo, você saberá qual a ordem de importância das suas tarefas diárias e nunca mais ficará perdido entre urgências e procrastinações.

 

Matriz GUT: exemplo

Se você precisa de um exemplo de matriz GUT preenchida para compreender melhor o método, aqui está a resposta. Abaixo, podemos ver um exemplo simples de uma Matriz GUT pronta. 

Em sua elaboração, consideramos os principais problemas críticos em uma empresa. Nesta Matriz GUT, os problemas foram classificados pelas notas de 1 a 5, depois foi identificado o grau crítico, obtido pela multiplicação GxUxT. Posteriormente, foi estabelecida a sequência de atividades, elencando aquelas que são mais graves, urgentes e com maior tendência de piorar. 

Deste modo, a ordem de prioridade aos problemas pode ser concebida sem maiores problemas, dando consequência para a tomada de decisão de gestores.

 

Exemplo de Matriz Gut

 

Você pode utilizar esta ferramenta para inúmeras finalidades, contando sempre com as vantagens de possuir um modelo fácil e eficaz para o seu negócio. Aprenda a identificar os problemas que devem ser analisados e faça um ótimo proveito da Matriz de Priorização. Ela irá auxiliá-lo a priorizar as ações a serem executadas para acabar com diversos problemas na sua empresa.

 

 

Deseja melhorar os planos táticos da sua empresa? Então faça o download gratuito da nossa planilha de planejamento estratégico!

voltar ao topo

Saiba mais