COMO CALCULAR O VALUATION DE UMA EMPRESA? VEJA O PASSO A PASSO

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O que você vai aprender

Como calcular o valuation de uma empresa? Veja passo a passo

 

O Valuation é uma ferramenta muito importante para ter conhecimento real de sua empresa e atingir o crescimento empresarial. Certamente, em algum momento do planejamento estratégico, a pergunta: “Quanto vale este negócio?” será a principal questão a ser respondida, e este será o momento ideal para a aplicação de métodos de Valuation.

Através deste conteúdo, você terá a resposta dessa pergunta à medida que abordarmos o que é o Valuation. Assim, você compreenderá como é feito essa análise sistêmica e a importância da sua aplicação, compreendendo os benefícios e indicadores do Valuation. Dessa forma, você estará mais preparado para entender sua empresa e o seu potencial.

 

O que é valuation?

Valuation é um sistema quantitativo que envolve uma análise sistemática de diversos fatores financeiros, visando estimar o valor real de uma empresa. Utilizando o português, o Valuation é uma “avaliação de empresas”, que permite trabalhar com as estimativas futuras e analisar o posicionamento de mercado, bem como as possibilidades de retornos de investimentos.

Baseado em históricos numéricos e conhecimento de mercado, o Valuation de empresa pode ser caracterizado por valores distintos e variáveis, visto que não há um método definitivo e único de cálculo. Sendo assim, além dos atributos técnicos, o cálculo Valuation necessita de uma perspectiva estratégica, onde deve ser clara as necessidades de aplicação dessa informação.

Dessa forma, é importante entender que o Valuation é baseado em estimativas, sujeito a critérios subjetivos e específicos para sua aplicação. Entretanto, é uma ferramenta valiosa para tomada de decisões financeiras, como, por exemplo, compra e venda de ações. De mesmo modo, torna possível explorar o comportamento da empresa a longo prazo, permitindo encontrar em que aspecto seu negócio está sendo desvalorizado.

 

Para que serve o valuation?

De maneira geral, o Valuation é utilizado para caracterizar o valor de qualquer segmento ou porte, utilizando conceitos básicos de valor, custo e preço. Dessa forma, o Valuation proporciona um valor justo, lógico e defensável, baseado em análise sistemática fundamentada.

Portanto, é fundamental para fortalecer argumentos em processos de negociação, como, por exemplo, compras, vendas e fusões. Algumas de suas aplicações específicas incluem:

  1. Ferramenta de auxílio para tomada de decisões financeiras: análise de investimentos, financiamentos, quitação de dividendos e abertura de capital.
  2. Ferramenta de auxílio para desenvolvimento de porte empresarial: aquisições, vendas, fusões e cisões.
  3. Ferramenta para fins tributários e legais: na entrada e saída de sócios da empresa e em disputas judiciais.
  4. Ferramenta de Gestão: detectar fraquezas, estimar potencial futuro e otimizar planejamento estratégico.

 

Benefícios do valuation

Os benefícios do cálculo Valuation de uma empresa acarreta em vantagens para os diversos perfis, como empresários, vendedores, compradores e investidores. Assim, os pontos benéficos são entrelaçados ao entendimento da configuração de negócio, sendo possível levantar falhas e riscos, impacto frente aos concorrentes e projeção de possíveis cenários.

Alguns benefícios do Valuation a se destacar estão:

  • Identificação das principais características de valorização do negócio.
  • Entendimento dos aspectos que levam a desvalorização.
  • Determinação do potencial de investimento a curto e longo prazo.
  • Caracterização da possibilidade de crescimento empresarial.
  • Embasamento concreto para negociações justas.

 

Quais os principais indicadores de valuation?

As informações relevantes que apontam para aspectos de mercado são chamadas de indicadores de mercado, utilizados como indicadores essenciais para os cálculos de Valuation. Entretanto, é essencial destacar que esses indicadores não funcionam como respostas definitivas, porém são utilizados como uma bússola para encontrar o caminho para um cálculo de Valuation confiável.

É importante destacar que os indicadores de Valuation, quando utilizados em comparação a outros negócios, devem ser analisados levando em conta a similaridade de área de atuação, para que possam ser atribuídos com real significado.

Alguns dos principais indicadores são:

  1. Preço/Lucro (P/L): indicador que mede quanto os investidores podem pagar para cada real de lucro que uma empresa produz.
  2. Enterprise Value /EBITDA: indicador que informa o lucro de um negócio antes de serem descontados gastos em juros e impostos, além de perdas em depreciação e amortização.
  3. Dividend Yield: indicador que representa a divisão dos dividendos distribuídos nos últimos 12 meses pelo preço da ação, em um momento específico.
  4. Shareholders Yield: indicador que dimensiona para o investidor, o quanto a empresa paga de volta ao acionista, utilizando uma combinação entre dividendos e recompra de ações das empresas.
  5. Preço/VPA: indicador que expressa o quanto os investidores aceitam pagar, em determinado momento, pelo patrimônio líquido da companhia.

 

Quais são os métodos do valuation?

Como explicamos anteriormente, há diversas metodologias para calcular o Valuation de uma empresa. Todavia, a escolha do método deve ser relacionada às premissas onde o conhecimento do valor será utilizado e estará intimamente ligado com a maneira que os indicadores serão analisados.

Alguns dos métodos mais utilizados são:

  • Valuation por fluxo de caixa descontado (FDC);
  • Valuation por múltiplos de Mercado;
  • Valuation Contábil;
  • Valuation de Liquidação;
  • Valuation transações comparadas: pré investimento e pós investimento.

 

Para encontrar a opção mais interessante para o seu negócio, confira a seguir um resumo geral sobre cada aplicação.

 

 

Como calcular o valuation de uma empresa? Confira passo a passo

Considerado o mais confiável por sua maior exatidão frente aos demais métodos, o Valuation por Fluxo de Caixa Descontado (FCD) é a metodologia mais aplicada e aceita no mercado. Seu método completo é baseado no potencial de geração ao longo do tempo e análise de histórico de fluxo de caixa, projetando os fluxos de caixa futuros.

 

Métodos de Valuation

 

Passo 1: Coleta de informações

A coleta de informações é essencial para o sucesso das demais etapas. Portanto, está relacionada à coleta de dados internos como: relatórios econômico-financeiros, contábeis, comerciais, operacionais e de gestão de negócios, além de relação de ativos. 

Entretanto, também está relacionado a coleta de dados de mercado como: desempenho do negócio, possibilidade de expansão e concorrência, taxas de juros e inflação, entre outros. Dessa forma, maior quantidade de dados, maior precisão de cálculo.

 

Passo 2: Projeções de Fluxo de caixa

Com os dados coletados, se calcula a projeção de fluxo de caixa, ou seja, a entrada e saída de dinheiro da empresa em um determinado período. Esse cálculo é feito determinando regras baseadas no histórico da empresa e deve ser realista para um resultado justo e confiável. 

De modo geral, é realizado projetando para um período de 5 a 10 anos, já que está intimamente ligado com variáveis futuras, que aumentarão consideravelmente com o aumento do período.

 

Passo 3: Determinação de taxas de descontos

As taxas de descontos correspondem aos riscos de atividade e demais oportunidades de investimentos. Geralmente, são taxas calculadas por meio do Custo Médio Ponderado de Capital (WACC). 

Dessa forma, essa taxa de descontos representa o valor presente correspondente à riqueza produzida pela empresa no período projetado. Sendo assim, se aplica a taxa de descontos aos fluxos de caixa projetados, caracterizando o nome Fluxo de Caixa Descontado.

 

Passo 4: Estabelecimento do valor da empresa

Com todos os passos anteriores bem estabelecidos, a caracterização do valor da empresa é a última etapa composta de aplicações de cálculos matemáticos, trazendo os resultados a valor presente. A fórmula básica mais utilizada é a função Valor Presente Líquido (VPL), presente no software Excel.

 

Exemplos de valuation

Através do conteúdo apresentado, é possível entender a importância do Valuation, principalmente quando se trata de possíveis tomadas de decisões envolvendo investimentos. Deste modo, um Valuation barato com boa margem de segurança é a busca ideal.

Três grandes exemplos de bons Valuations, que apresentam boas margens de segurança são: 

  • Valuation do Itaú Unibanco (ITUB4), sendo um dos bancos mais rentáveis do mundo e maior banco privado do Brasil;
  • Valuation da Transmissão Paulista (TRPL4), maior companhia de energia elétrica nacional;
  • Valuation da Guararapes (GUAR3) que é portador do maior grupo com atuação no setor de varejo e confecção da América Latina.

 

 

O Valuation é um recurso essencial para o planejamento estratégico da sua empresa. Quer saber mais sobre indicadores e a sua importância? Confira nosso artigo exclusivo clicando aqui!

voltar ao topo

Saiba mais