LEAD TIME: ENTENDA A IMPORTÂNCIA E COMO CALCULAR

Tempo de Leitura: 7 minutos

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O que você vai aprender

Banner de Lead Time

O lead time tem grande influência sobre as empresas, podendo ser um grande diferencial ou problema para o seu negócio. Pela dinamicidade do mundo atual, o tempo tornou- se um recurso valioso. Por isso, muitas pessoas preferem comprar produtos em lojas físicas, mesmo que seja mais caro, para receber sua compra na hora do pagamento.

Com isso, o lead time consegue influenciar fortemente seu faturamento, tanto positiva quanto negativamente, caso não se tenha um bom controle do mesmo. Isso acontece, pois, além de poder atrair clientes, ao apresentar um menor prazo de entrega do produto, ele possibilita sua empresa a aumentar o percentual de lucro dos produtos.

 

O que é lead time?

Lead time é um termo da engenharia de produção que representa o tempo de entrega de produtos. Assim, o lead time é o período necessário para um produto percorrer todo o ciclo da produção, desde o recebimento da demanda, até a entrega ao cliente.

É com ele que empresas conseguem se diferenciar dos seus concorrentes, pois, na era imediatista em que vivemos, quanto menos tempo o cliente esperar, mais ele paga pelo produto. Ao reduzir o tempo de entrega, você se torna mais competitivo ao mercado, captando a atenção de novos compradores e, consequentemente, aumentando sua renda.

 

Qual o objetivo do lead time?

Para que as empresas saibam onde focar seus esforços de melhoria da produção, elas precisam, primeiro, identificar quais produtos estão distantes da realidade esperada de entrega. Ou seja, produtos que têm alto volume de vendas devem ter prioridade na hora de fabricação e estoque. Afinal, são mais comumente comprados e, para aumentar a fidelização dos clientes, devem ser mais rapidamente entregues.

É aí que entra o lead time: com ele você compreende quanto tempo cada produto demora para ser entregue ao cliente, desde a chegada da demanda até o recebimento do produto. Seu objetivo é definir um prazo de entrega concreto para os seus produtos, aumentando a credibilidade entre os clientes e facilitando na identificação de possíveis melhorias.

 

Qual a importância do lead time para as empresas?

O lead time tem influência direta e indiretamente no faturamento. Ele afeta diretamente o faturamento pois, à medida que um produto demora menos que a concorrência, para ser entregue, ele tem um diferencial competitivo positivo. Com isso, você pode cobrar mais pelo seu produto.

Além disso, o lead time afeta indiretamente o faturamento da sua empresa. Com um mau controle do lead time, a empresa pode ter problemas na entrega, seja pela falta de produtos no estoque ou má gestão da produção.

Dessa forma, a qualidade do serviço fica baixa, causando insatisfação de clientes que podem vir a não comprar novamente ou preferir outras empresas no lugar da sua. Assim, com um bom lead time você consegue largar na frente da concorrência e aumentar o faturamento da sua empresa, fidelizando novos clientes e ampliando seu mercado consumidor.

 

Quais fatores influenciam no lead time?

Alguns fatores que influenciam o lead time:

 

Recebimento de demandas

Caso o sistema de recebimento das demandas seja lento, ou tenha problemas com frequência, podem haver atrasos no pedido;

 

Gestão de estoques

É preferível que produtos com alta demanda sejam mantidos em estoques, para que não o cliente não tenha que esperar o produto ser fabricado para ele ser enviado, reduzindo o lead time. Nesse sentido, uma má gestão de estoques pode resultar em uma falsa noção de quantos produtos estão em estoque e eventualmente ficar sem os produtos que mais saem e com muitos dos que tem poucas vendas;

 

Fornecedores

Os fornecedores são a base da produção. Com fornecedores que deixam de entregar a matéria prima, ou entregam-na atrasado, surge uma nova complicação para a rotina de produção, aumentando a chance de atrasos no lead time, baixando a qualidade do seu serviço;

 

Falta de conhecimento

Ao não saber quais produtos tem um lead time maior, você não tem controle de quais produtos demoram mais e se esses são os que mais tem demanda, assim, acaba sem saber aonde deve centralizar seus esforços para diminuir o lead time.

 

Como calcular lead time?

  1. Liste os recursos que serão usados na produção de um produto, desde materiais que serão utilizados, mão de obra ou peças para sua montagem;
  2. Analise o tempo necessário para adquirir cada item do tópico anterior. Por exemplo, se houver mão de obra terceirizada será consumido tempo de transporte da equipe até a empresa.
  3. Identifique qual o item com o maior prazo para ser adquirido e anote o tempo necessário para recebê-lo. É recomendado que se faça um inventário dos itens assim que chegarem e assuma um lead time de um dia para colocar o material em processo de produção.
  4. Após obter esses dados básicos, faça uma análise mais detalhada de todas as etapas que devem ocorrer para a fabricação do produto. Assim, descubra qual o tempo real necessário para que o produto seja finalizado, desde a chegada da demanda, à embalagem do item. Esse tempo deve conter etapas como tempo de chegada de matéria prima ou peças a serem utilizadas, tempo de construção do produto (caso seja extenso, incluir finais de semana e feriados), entre outras possíveis etapas.
  5. Ao conseguir o tempo total necessário para finalizar a produção do produto, é a hora de adicionar o tempo de entrega ao consumidor ao tempo obtido. Assim, você obtém o lead time de um dos produtos da sua empresa.

 

Lead time - 5 etapas

 

4 dicas para reduzir lead time

Aqui vão algumas dicas para você reduzir o lead time e sair na frente da concorrência:

  1. Ter uma boa gerência de estoques. Assim, você consegue manter sempre uma quantidade de produtos superior à demanda, evitando uma quantidade elevada de estoque de um produto pouco vendido e a falta de estoque de itens mais comprados. Manter itens em estoque reduz o lead time pois o produto pode ser despachado para o cliente na hora da compra;
  2. Ter fornecedores confiáveis, que entregam as peças, matérias primas e serviços, no prazo estipulado. Com isso você mantém um tempo padrão de entrega evitando atrasos e aumentando a fidelização dos clientes;
  3. Saber o lead time de cada um dos produtos, para focar em reduzir os com maior tempo e maior número de vendas. Ajudando a entender onde aumentar ou diminuir a capacidade de produção dos produtos que;
  4. Ter um sistema de recebimento de demanda de qualidade, onde as demandas cheguem instantaneamente para a produção e não haja erro nos pedidos, causando retrabalho e aumentando o lead time.

 

Confira um exemplo!

Digamos que você pretende comprar um tênis para o aniversário de um ente querido, porém, teve muitos compromissos e deixou para comprar o presente de última hora. Ao procurar online você encontra duas lojas que vendem o mesmo tênis. A primeira entrega acontece três dias antes da festa de aniversário, enquanto a segunda entrega no dia de dar o presente, contudo, é 10% mais barata que a primeira opção.

Muitas pessoas escolheriam a opção com três dias de antecedência, pois, por mais que fosse mais cara, você teria uma garantia maior, de que seu presente estaria em suas mãos antes do aniversário. Assim, a loja 1, além de efetuar a venda, teria um lucro maior que a segunda opção.

Agora imagine que, mesmo pagando mais caro e escolhendo a opção 1, o pedido atrasa e você só o recebe depois do aniversário. Muito provavelmente você não compraria mais naquela loja, afetando o faturamento negativamente.

Assim, conseguimos perceber que a frequência de entrega também é algo relevante no lead time e, se fosse entregue no período prometido, haveria uma chance maior de que você se fidelizar à loja, comprando novamente na mesma.

 

Com uma boa gestão de estoques você diminui o seu lead time, aumentando a qualidade do seu serviço. Clique aqui para baixar gratuitamente nossa planilha de gestão de estoques!

voltar ao topo

Saiba mais