PPCP: OBJETIVOS, BENEFÍCIOS E 5 PASSOS PARA APLICAR NAS EMPRESAS

Tempo de Leitura: 5 minutos

Compartilhe

O que você vai aprender

O PPCP é uma ferramenta que visa ajudar a reparar erros e imprevistos no decorrer da gestão de produção. Neste texto iremos abordar a definição de PPCP, objetivos, benefícios, entre outros, para lhe auxiliar no seu gerenciamento.

 

PPCP: o que é?

A sigla PPCP representa planejamento, programação, controle e produção. Ou seja, é um conjunto de ações no controle da sua gestão de produção.

  • Planejamento: Estima como os eventos vão ocorrer e que resultados eles trarão. Determina metas e prazos para a melhor execução do projeto e quais caminhos podem se seguir, a fim de que os recursos utilizados tragam sucesso, tanto no projeto quanto na empresa em geral.
  • Programação: Basicamente é a inserção de cada etapa feita nos planejamentos. É a execução em si do acordo feito na etapa anterior.
  • Controle: Acompanhamento e gerenciamento. É necessário desde o início do planejamento, pois verifica o processo produtivo e o mantém o planejamento no percurso.
  • Produção: É o tópico destinado ao produto final e quais demandas serão necessárias para produzi-lo.

Quais os objetivos do PPCP?

PPCP é uma ferramenta utilizada para aumentar sua produtividade, com a finalidade de otimizar o tempo e a organizar a capacidade produtiva a ser usada.

O PPCP visa determinar o produto a ser entregue, o prazo necessário para sua produção, matéria-prima e a mão-de-obra necessárias para desenvolvê-lo e a quantidade necessária para a produção. O objetivo final na empresa é melhorar a qualidade produtiva, através do gerenciamento de estoque e de matéria prima de acordo com cada demanda de produção.

 

Quando utilizar o PPCP?

O PPCP é adotado quando empresas estão em processo de evolução ou crescimento. Ao apresentarem necessidade de abandonar a fase de planejar apenas no papel, sem a integração de suas áreas e sem possibilidade de verificar continuamente se a prática está correspondendo ao planejamento, se indica essa ferramenta.

Para entrar ou continuar de forma competitiva no mercado, é preciso trabalhar com a prevenção da ocorrência de falhas com foco na redução de custos e atendimento ao cliente.

Além disso, as empresas, para se manterem produtivas, precisam estar organizadas quanto à falta ou atraso nos seus insumos e mão-de-obra, quebra não previstas de máquinas, transtornos na rede elétrica e outros suprimentos importantes na produção.

Ainda, devem se preocupar com atrasos nos tempos de fabricação, greves e feriados que podem corroborar principalmente para a má qualidade no atendimento ao cliente.

Essas, por si só, já seriam razões suficientes para a adoção de tão importante técnica, porém é possível obter ainda mais benefícios com a adoção do PPCP:

  • Melhoria dos resultados da produção;
  • Tomadas de decisão precisas e adequadas;
  • Programação do planejamento de compras;
  • Eliminação do tempo de ociosidade dos recursos;
  • Conhecimento exato dos prazos, evitando imprevistos e problemas futuros;
  • Garantia das condições para que as equipes de produção consigam atingir suas metas;
  • Utilização dos recursos, sem desperdícios, e com gerenciamento de qualidade;
  • Garantia de que quantidade e qualidade corretas de matéria-prima e equipamentos, entre outros, estejam disponíveis durante os períodos de produção;
  • Sintonia entre a utilização da capacidade e a demanda prevista;
  • Garantia de que o processo de produção geral seja simplificado.

 

PPCP benefícios

O PPCP traz a melhoria dos resultados da produção e torna as tomadas de decisão mais precisas e adequadas dentro da rotina. Além de programar o planejamento de compras para que o estoque seja assertivo, otimizar o tempo de ociosidade dos recursos e possibilitar ter uma noção exata dos prazos a serem cumpridos, evitando imprevistos e problemas no futuro.

Portanto, o PPCP aumenta a produtividade, elimina falhas e reduz custos, o que acarreta no aumento do lucro da sua empresa.

 

PPCP etapas

Para aplicar o PPCP na sua empresa, é preciso seguir as seguintes etapas:

1.   Previsão de demanda.

Para iniciar a utilização do PPCP, os gestores devem investigar quais são as ferramentas mais necessárias para desenvolver o projeto, quais os produtos mais vendidos e qual o estoque mínimo que precisa, através de um levantamento histórico da empresa. Isso possibilita projetar esses dados para a produção e dimensionar a produção, com a finalidade de verificar os recursos necessários para o processo.

2.   Planejamento e Capacidade de Produção

Para seguir com o andamento do PPCP é feita a análise da capacidade de produção da empresa para avaliar se há necessidade de adaptação de algum setor. Assim, pode-se mexer na capacidade de produção de acordo com essa necessidade.

3.   Planejamento Agregado da Produção (PAP)

Esta etapa do PPCP é feita anualmente e diz respeito à análise do volume de produção, estoque, demissão, contratação de novos funcionários e até mesmo serviço de logística da empresa para definir qual a melhor estratégia de produção.

4.   Plano Mestre de Produção (PMP)

Para que a execução de uma produção de um determinado período atenda à demanda, o PMP analisa e direciona recursos, considerando a execução de curto prazo dos planos de produção.

Nessa etapa do PPCP, é feito um plano mais detalhado, cobrindo a previsão de demanda e as ordens de compra. É a operacionalização dos planos de produção mencionados anteriormente.

5.   Programação detalhada da produção (PDP)

No PDP, o PPCP mostra como funciona a rotina da empresa pelo detalhamento de cada etapa da produção realizada diariamente. Algumas atividades envolvidas nessa etapa são sequência de ordens de produção, gerenciamento de materiais e emissão de ordens de produção.

6.   Controle de produção

É o controle do tempo e do desempenho do processo. Nessa fase de aplicação do PPCP os dados armazenados são atualizados para que futuras decisões possam ser tomadas

Serve para verificar se as ações adotadas com o planejamento de produção estabelecido estão coerentes, por meio de análise de dados, estimativas, controle de produção de curto prazo e identificação de falhas.

 

Como aplicar o PPCP em 5 passos

Preliminarmente, para aplicar o PPCP, deve-se considerar o porte da empresa e a aplicabilidade da técnica ao seu contexto.

Se a adoção da técnica for o caminho indicado, então deve-se iniciar por uma análise precisa da situação da empresa. Sendo assim, devem atentar-se ao que se refere aos níveis de demanda, aos recursos financeiros e produtivos disponíveis para atender a demanda, ao tipo de operação realizada em cada etapa do processos, além de outras informações relevantes disponíveis.

A aplicação do PPCP deve garantir o alinhamento de três importantes fatores relacionados aos recursos produtivos, de maneira que eles estejam disponíveis:

  • na quantidade adequada;
  • no momento certo;
  • no nível de qualidade e custo satisfatório.

Equalizadas as premissas, o PPCP deve transformar-se em ferramenta para produtividade e ser implementado como gerador de benefícios para a empresa. Dessa forma, ele tem de se fazer presente e ser utilizado diária e repetidamente, por todos os departamentos e áreas de produção da empresa. Desse modo, o PPCP possibilita que serão capazes de se organizar e cumprir suas metas de produção.

Deve-se ressaltar que, ainda que as metas estejam sendo atingidas, o acompanhamento e controle dos processos, proporcionados pelo PPCP, devem continuar acontecendo para que se sigam implementando melhorias  através da implementação de medidas preventivas.

 

5 metodologias ligadas ao PPCP

A aplicação do PPCP, pode ser potencializada com o apoio de outras metodologias de para suporte a suas etapas. Six Sigma, 5S, Kaizen, Lean Manufacturing, Kanban, estão entre as mais destacadas nos processos de planejamento e controle da produção:

  1. Six Sigma é um conjunto de práticas que podem ser desenvolvidas para melhorar sistematicamente os processos ao eliminar defeitos;
  2. 5S promove uma elevação nos índices de produtividade, motivação, eficiência e segurança;
  3. Kaizen é uma metodologia que permite baixar os custos e melhorar a produtividade;
  4. Lean Manufacturing é um sistema de gestão que busca aumentar a eficiência e a produtividade reduzindo erros e redundâncias na produção industrial;
  5. Kanban é fortemente utilizada no suporte de gestão de projetos, com uma abordagem simples, eficiente e direta para a administração de demandas. Essa metodologia baseia-se em técnicas que controlam e fazem a gestão dos fluxos de produção para as empresas, com foco no aumento de produtividade e na otimização dos processos.

Carta de Controle

 

URL List

voltar ao topo

Saiba mais