TAKT TIME: O QUE É, IMPORTÂNCIA E COMO CALCULAR

Tempo de Leitura: 9 minutos

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O que você vai aprender

Takt Time Banner

Neste texto você vai saber a definição de Takt Time, especificando quais os seus objetivos e destacando os benefícios que sua utilidade traz. Além disso, serão apresentadas as diferenças entre Takt Time, Lead Time e Tempo de Ciclo, para facilitar o entendimento entre esses termos. Por fim, mostramos como calculá-lo e como avaliá-lo trazendo exemplos práticos acerca dele.

Vale destacar que o Takt Time está muito relacionado com o Método de Produção Enxuta e é muito importante para reduzir tempos indesejados, melhorar o controle de estoques e utilizar mais assertivamente os recursos disponíveis. Além disso, relaciona-se a um dos principais pilares do Just in Time: a produção de acordo com a demanda. Entenda a importância desse indicador e como aplicá-lo na sua empresa.

 

O que é Takt Time?

Takt Time é um termo derivado de uma palavra em alemão: Taktzeit, onde Takt remete a ritmo e Zeit remete a tempo ou período. O Takt Time, portanto, é um valor que demonstra qual o tempo ideal que deve ser empregado para que um produto seja produzido. Considerando o fluxo de vendas deste produto a fim de suprir a demanda do consumidor.

Esse indicador leva em conta o tempo efetivo disponível para produção em um determinado período. Ou seja, o período de produção descontando-se os tempos de paradas previstas, como manutenções planejadas, feriados, trocas de turnos, intervalos, refeições, e também a demanda do produto, nesse mesmo período de análise. Com isso, pode ser feito um controle de qual o tempo que deve ser empregado na produção para cumprir com o ritmo de vendas de determinado produto.

O Takt Time demonstra o tempo mais adequado que uma linha de produção deve empregar para produzir de acordo com a sua demanda. Com foco em não ficar muito abaixo do tempo, pois isso geraria uma produção maior do que a demanda e, por consequência, geraria um estoque maior do que o desejado. E também, não ficar muito acima do tempo já que isso também seria prejudicial, pois a produção não venceria a demanda do produto no mercado e haveria uma escassez de produtos para comercialização.

Takt Time - esquema

 

Takt Time, tempo de ciclo e lead time: qual a diferença?

Takt Time, como citado anteriormente, é o tempo ideal a ser empregado em um produto para fabricá-lo, levando em conta o tempo efetivo disponível para a produção e a demanda/ritmo de vendas deste produto.

Nesse sentido, um produto pode ser composto por várias etapas ao longo da sua produção. Sendo assim, o Tempo de Ciclo diz respeito à duração da produção do produto. A análise deste tempo pode ser realizada tanto em relação ao ciclo total do produto (produção completa) ou de suas etapas individualmente.

Por fim, Lead Time é o tempo que o produto leva para chegar até o cliente, desde o recebimento da demanda, passando pela produção até chegar nas mãos do cliente final. É o tempo de produção somado com o tempo de logística de recebimento de demanda e envio do produto até o cliente.

De forma resumida, Takt Time é um indicador de tempo ideal e está ligado diretamente à produção (com todas as etapas) a partir do tempo disponível para produzir determinado produto (descontando esperas planejadas).

Enquanto isso, Tempo de Ciclo é um indicador de tempo que diz respeito ao tempo de produção de um produto (pode ser de uma etapa ou do ciclo completo). Por sua vez, Lead Time é o indicador de tempo que engloba desde o recebimento da demanda, passando pela produção até chegar ao cliente final.

 

Takt Time - Imagem

 

Qual o objetivo do Takt Time?

O objetivo principal do Takt Time é indicar qual o tempo ideal que deve ser empregado na produção de um produto para atender a demanda do consumidor. Com esse indicador, é possível ajustar (aumentar ou diminuir) o ritmo atual de produção para que não haja uma superprodução e nem uma produção insuficiente.

O intuito do Takt Time é alinhar os ritmos de produção com os ritmos de vendas. A partir disso, é possível analisar se o ritmo produtivo atual da empresa é realmente o ideal ou se ele deve ser alterado. Quanto mais próximo o tempo de ciclo (tempo utilizado na produção) for do Takt Time (tempo ideal de produção de um produto), mais otimizado e ajustado é o processo.

 

Qual a importância do Takt Time?

A importância do Takt Time se dá pelo fato de que ele traz um indicador que possibilita alinhar o fluxo produtivo com a realidade e demanda do produto. Isso traz uma produção mais enxuta e eficiente.

A partir da análise do Takt Time, é possível identificar o tempo realmente disponível para a produção. Com isso, pode-se ter mais controle sobre a produção e focar em soluções para resolução de paradas imprevistas como manutenções corretivas, perdas, interrupções não planejadas, entre outras. Pois essas respectivas paradas afetam a produtividade visando evitar ao máximo que elas ocorram.

 

Benefícios do Takt Time

O Takt Time permite uma produção mais ajustada ao ritmo de vendas do produto, com uma produção mais otimizada. Com esse ajuste, é possível ter um controle de estoque melhor sem uma produção abaixo da demanda, que gera prejuízos por deixar de vender o produto. E também sem nenhuma produção com excesso de estoque, que gera aumento de custos logísticos, deterioração de produtos, entre outros problemas. Isso impede de reinvestir esse capital “parado” em outras necessidades da empresa.

Além desses fatores, o Takt Time permite identificar mais rapidamente perdas não programadas e paradas indesejáveis, já que as paradas programadas já estão contabilizadas na análise. Com isso, é possível buscar resoluções mais rapidamente para os problemas encontrados e eliminar interrupções desnecessárias na produção.

 

Como calcular o Takt Time?

O cálculo do Takt Time é feito a partir do tempo efetivo disponível para produção dividido pela demanda de produtos num intervalo de tempo determinado. O tempo disponível é o período em que o maquinário ou o funcionário está ativamente produzindo o produto. Ou seja, os tempos de manutenção planejada, intervalos, descanso, trocas de turno e feriados devem ser descontados.

Tempo Efetivo Disponível = Tempo de Produção – Paradas Previstas

Takt Time = (Tempo Efetivo Disponível)/(Demanda de Produtos)

Para que o cálculo faça sentido, deve-se escolher um intervalo de tempo em comum entre os valores usados no cálculo. Por exemplo: se você sabe qual é a demanda mensal do produto, você deve usar o tempo de produção disponível ao longo desse mesmo intervalo de tempo (1 mês) para inserir na fórmula. Ou seja, inserir quanto de tempo disponível ativamente terá no mês inteiro para a produção do produto.

Não faria sentido, por exemplo, utilizar para o cálculo o número de produtos que são vendidos em um mês e o tempo disponível em um dia de produção, pois os intervalos de análise não são os mesmos. Dessa forma, o valor de Takt Time não teria utilidade nenhuma para o controle da produção.

 

Exemplo de Takt Time

Digamos que uma fábrica possui uma demanda de 40 brinquedos por dia. Sabe-se, a partir de um estudo da produção da fábrica, que ela funciona 12 horas por dia e que os tempos de manutenção, intervalos e trocas de turno são de 3 horas.

Portanto, a primeira etapa é calcular o tempo de produção efetivo disponível, ou seja, descontar do tempo que a fábrica fica funcionando (12 horas), os tempos de paradas previstas (nesse caso, as 3 horas). Assim, descobre-se o tempo ativo de produção da fábrica por dia (12 – 3 = 9 horas).

Tempo Efetivo disponível = Tempo de Produção – Paradas Previstas = 12 – 3 = 9 horas

Para facilitar os cálculos,vamos transformar as horas em minutos: cada hora possui 60 minutos, logo 9 x 60 = 540 minutos. A partir desses dados, aplica-se a fórmula do Takt Time:

Takt Time = Tempo Efetivo Disponível / Demanda de Produtos = 540/40= 13,5 minutos

Com isso, descobre-se o ritmo ideal de produção de cada brinquedo: 13,5 minutos (13 minutos e 30 segundos). Esse é o tempo que deve ser empregado para cada brinquedo ser produzido para atender a demanda atual do produto.

Se o processo de produção de cada brinquedo demorar mais de 13,5 minutos, a demanda não será atendida. Se o tempo de produção estiver muito abaixo dos 13,5 minutos, haverá uma produção muito acima da demanda, o que impacta em estoques muito grandes e demais problemas já citados anteriormente.

 

Como avaliar o Takt Time?

Para avaliar o Takt Time, os tempos de ciclo da produção do produto devem ser coletados. Com isso, pode-se verificar ineficiências no processo, avaliar quais os tempos precisam ser ajustados e entender os motivos por trás dos tempos de ciclo (analisar as causas de tempos discrepantes. Com o objetivo de entender os motivos geradores das divergências nos tempos para que possam ser ajustadas ao ritmo ideal do processo).

A partir dessa análise, pode-se avaliar a efetividade dos processos na produção. Com isso, é possível verificar a necessidade de treinamentos dos operários para melhorar a efetividade, de aumento/redução do número de funcionários, reformulação e otimização dos processos.

 

Como aplicar o Takt Time na empresa?

Para aplicar o Takt Time na empresa, deve-se realizar coletas de tempos dos processos, também chamadas de cronoanálises. Quanto maior a quantidade de dados coletados, maior a fidelidade do valor utilizado para os cálculos com a realidade do processo.

Sem a cronoanálise é impossível realizar os cálculos de Takt Time, já que o cálculo depende desses valores coletados acerca do processo. Além disso, para aplicá-lo de maneira efetiva, deve-se ter um controle e planejamento acerca dos tempos de paradas esperadas como trocas de turno, intervalos, manutenções planejadas, entre outros.

O monitoramento dos dados e a comparação entre o Takt Time e os tempos reais do processo são essenciais para que o Takt Time seja aplicado. Assim, é possível identificar os problemas na produção e buscar soluções necessárias.

Por fim, sempre que a demanda dos clientes e/ou os turnos de produção forem alterados, o cálculo deve ser atualizado. Sem essa atualização, o valor de Takt Time ficaria incoerente com a realidade e a produção não estaria alinhada com a demanda real do produto.

 

Planilha de Cronoanálise

voltar ao topo

Saiba mais

Banner do Case de Centro de Custos

DEFINIÇÃO DE CENTROS DE CUSTOS NO SETOR ALIMENTÍCIO

ANÁLISE DE CUSTOS – Por meio de uma ferramenta desenvolvida em Excel, foi possível realizar uma análise contábil de despesas e custos fixos. Com isso, foram definidos 10 centros de custos, que contribuíram para uma precificação mais assertiva dos produtos.

Leia mais »