TQM: TRANSFORMANDO NEGÓCIOS COM GESTÃO DA QUALIDADE TOTAL

Tempo de Leitura: 5 minutos

Compartilhe

O que você vai aprender

A TQM (Total Quality Management) é uma estratégia utilizada por empresas de diversas áreas e portes para a melhora da competitividade e eficiência por meio da melhoria contínua de qualidade em todos os processos organizacionais.

Essa estratégia tem como objetivo a melhoria de produtos, serviços e processos, buscando maior satisfação de clientes, redução de erros na fabricação e trabalhadores com maior nível de formação. Consequentemente, impulsiona a produção juntamente com a sua qualidade, colocando a empresa em um patamar mais alto.

 

O que é TQM?

TQM é uma estratégia que se baseia na melhoria contínua de qualidade em todos os processos organizacionais, tendo como foco principal o envolvimento de todas as áreas da empresa para o avanço da produção, com um ciclo contínuo de controle e aperfeiçoamento.

Desse modo, para que haja melhoria da qualidade da forma mais eficaz possível, são utilizadas ferramentas da qualidade, ou seja, técnicas e metodologias feitas para esse objetivo. 

Essas ferramentas incluem cartas de controle, folha de verificação, metodologia 5S, diagrama de pareto, entre outras. Com isso, a identificação de gargalos no processo será facilitada, além de auxiliar no controle de erros, na coleta de dados e informações de forma organizada e padronizada, no monitoramento de estabilidade e na variabilidade de um processo ao longo do tempo.

 

A Evolução da Gestão da Qualidade Total

Armand Vallin Feigenbaum, em 1968, era vice-presidente na American Society for Quality Control (ASQC) e tornou-se diretor de produção na General Electric. Em seu livro, denominado Controle Total de Qualidade, ela comenta sobre Total Quality Control, e defende que o controle de qualidade depende de todos os funcionários envolvidos dentro de uma empresa.

Porém, na década de 70, esse conceito passou por uma reformulação. Feigenbaum, junto aos consultores empresariais William Edwards Deming e Joseph Moses Juran, criaram o conceito do Total Quality Management (Gestão de Qualidade Total). Tal conceito é semelhante ao TQC, porém seu foco é no planejamento, organização, controle e liderança.

A Toyota Motor Corporation, uma fabricante de automóveis no Japão, foi a primeira a aplicar esse conceito em seus processos, e assim ganhou o Prêmio Deming de gestão de qualidade. Após a década de 80, o Japão começou a priorizar o desenvolvimento profissional, a estruturação das equipes e o estabelecimento de ambientes laborais baseados em confiança e respeito recíproco.

 

Implementando TQM na sua empresa

Primeiramente, para que a TQM seja implementada é necessário que haja uma reestruturação na empresa. É importante a transparência e clareza na circulação de informações dentro da organização e em todos os níveis, para que, assim, os colaboradores fiquem a par de como o negócio funciona, da missão, metas e planos da empresa.

Outro fator importante é envolver ativamente os colaboradores, incentivando a participação e fornecendo treinamentos para capacitar a equipe na identificação e solução de problemas de qualidade. Além disso, a empresa deve implementar sistemas robustos de gestão da qualidade, incluindo processos de monitoramento, avaliação e melhoria contínua.

  • Comprometimento da alta direção: Definir uma visão clara da qualidade, estabelecendo metas e recursos para a implementação da TQM.

 

  • Envolvimento dos funcionários: Promover a participação ativa dos colaboradores, incentivando o trabalho em equipe e a colaboração na identificação e resolução de problemas de qualidade.

 

  • Implementação de sistemas de gestão da qualidade: Desenvolver processos e procedimentos para monitorar e avaliar a qualidade, incluindo a coleta de feedback dos clientes, análise de dados e implementação de ações corretivas e preventivas.

 

  • Foco no cliente: Priorizar as necessidades e expectativas dos clientes em todas as etapas do processo produtivo, garantindo a entrega de produtos e serviços de alta qualidade que atendam às suas demandas.

 

  • Melhoria contínua: Estabelecer uma cultura organizacional voltada para a melhoria contínua, incentivando a inovação e o aprimoramento constante dos processos e produtos.

 

  • Avaliação e reconhecimento: Reconhecer e recompensar os esforços e conquistas relacionados à qualidade, incentivando a equipe a manter altos padrões de desempenho.

 

  • Monitoramento e ajuste: Monitorar regularmente os indicadores de desempenho da qualidade e ajustar os processos conforme necessário para garantir a conformidade com os padrões estabelecidos e a satisfação do cliente.

 

Ferramentas e Técnicas do TQM

Para que a TQM seja implementada com sucesso, é necessária a utilização de ferramentas e técnicas da qualidade que ajudam a identificar e eliminar desperdícios, otimizar processos e promover uma cultura de melhoria contínua. 

Essas ferramentas ajudam na identificação de gargalos no processo, no controle de erros, redução de riscos, na coleta de dados e informações de forma organizada e padronizada, na monitoração de estabilidade e na variabilidade de um processo ao longo do tempo, entre outros.

Ferramentas e Técnicas do TQM:
  1. Folha de verificação: Frequentemente referido como uma lista de inspeção de falhas e checklist de defeitos, este instrumento facilita a coleta de dados de forma estruturada. Ele permite uma coleta de dados organizada e uniforme, proporcionando uma compreensão clara das variações e defeitos nos processos.
  2. Metodologia 5S: É um conjunto de ferramentas que visam uma melhor qualidade em todas as áreas de uma empresa. Essas ferramentas são: Seiri – Senso de utilização, Seiton – Senso de organização, Seiso – Senso de limpeza, Seiketsu – Senso de normatização e Shitsuke – Senso de autodisciplina.
  3. Diagrama de Pareto: Este recurso visa facilitar o monitoramento de falhas em uma linha de produção ou mesmo em ambientes administrativos. Trata-se de uma representação visual que simplifica a identificação e compreensão dos problemas ou das causas mais importantes. Assim, concentra-se nos pontos mais relevantes a serem abordados para resolução.
  4. Carta de controle: Também conhecido como gráfico de controle ou carta de controle estatístico de processo (CEP). Este instrumento utiliza técnicas estatísticas para analisar a variabilidade dos dados em um processo específico. Isso possibilita determinar se as variações estão dentro dos limites aceitáveis estabelecidos.
  5. Histograma: Também chamado de Diagrama de Dispersão, trata-se de um tipo de representação gráfica que mostra a distribuição de dados e as frequências associadas, servindo como um indicador da variação presente no processo.

 

Benefícios e Desafios do TQM

Implementar a TQM não é apenas adotar novas técnicas ou ferramentas, mas sim uma mudança fundamental na cultura e nos processos organizacionais, que busca engajar todos os membros da equipe na busca pela excelência. 

Ao adotar a TQM, as empresas enfrentam desafios que podem afetar sua eficácia e sucesso a longo prazo, mas colhem uma variedade de benefícios que impulsionam seu desempenho e competitividade. Vamos explorar esses benefícios e desafios mais detalhadamente.

 

Benefícios da implementação da TQM:

A implementação da Total Quality Management (TQM) oferece uma série de benefícios significativos para as empresas. Em primeiro lugar, promove uma cultura organizacional voltada para a qualidade, incentivando o comprometimento de todos os funcionários com a melhoria contínua. Isso resulta em produtos e serviços de melhor qualidade, aumentando a satisfação do cliente e fortalecendo a reputação da marca no mercado. 

Além disso, a TQM enfatiza a eficiência operacional, levando a uma redução de desperdícios e custos, o que pode melhorar a lucratividade a longo prazo. Outros benefícios incluem maior alinhamento estratégico, maior inovação e agilidade organizacional.

 

Desafios da implementação da TQM:

Apesar dos benefícios potenciais, a implementação da TQM também enfrenta uma série de desafios. Um dos principais desafios é a resistência à mudança por parte dos funcionários, especialmente quando implica em novos processos ou métodos de trabalho. 

Além disso, a adoção da TQM requer um compromisso de longo prazo por parte da liderança e investimentos significativos em treinamento e desenvolvimento de pessoal. A coleta e análise de dados precisos também pode ser um desafio, exigindo sistemas robustos de coleta de dados e análise estatística. 

Além disso, garantir a consistência e a sustentabilidade das melhorias ao longo do tempo pode ser difícil, especialmente em organizações grandes e complexas. No entanto, superar esses desafios com eficácia pode resultar em ganhos substanciais de desempenho e competitividade para as empresas.

Quer aprofundar seus conhecimentos sobre gestão da qualidade e descobrir como o TQM pode transformar sua empresa? Visite nosso conteúdo sobre Gestão da Qualidade e saiba mais!

 

voltar ao topo

Saiba mais

CASE DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO EM LOJA DE VINHOS

GESTÃO ESTRATÉGICA – O projeto foi desenvolvido em uma loja de vinhos, espumantes e cervejas artesanais em parceria com a Empresa Jr. ESPM. A loja necessitava de um planejamento estratégico para o período de veraneio na pandemia, uma vez que os negócios foram afetados pelo covid-
19.

Leia mais »