WCM: ENTENDA CADA UM DOS SEUS PILARES

Tempo de Leitura: 9 minutos

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O que você vai aprender

wcm

O setor da indústria está sempre em busca de formas de alcançar uma maior produtividade e diminuir custos e desperdícios. A partir disso surgiu o World Class Manufacturing (WCM), uma metodologia advinda do Sistema Toyota de Produção (STP).

A seguir você entenderá melhor o que é o WCM, além de ferramentas para sua aplicação e seus pilares técnicos e gerenciais.

 

WCM o que é?

O WCM é uma metodologia de gestão de processos focada em melhoria contínua, redução de custos e otimização de tarefas, buscando alcançar o nível de desperdício zero na indústria.

Por meio do seu conceito a relação com o Sistema Toyota de Produção fica clara, sendo o WCM uma adaptação do Sistema Toyota aos dias atuais. O WCM surgiu como uma adaptação dos princípios do STP, sendo utilizado, por exemplo, pela FIAT no processo de recuperação da Chrysler.  

 

Qual a diferença entre Lean e WCM?

Tanto o Lean quanto o WCM possuem o objetivo de aumentar a produtividade diminuindo custos e desperdícios geral do processo. Além de buscar a melhoria contínua dos processos da indústria.

No entanto, ambos possuem algumas diferenças. O Lean atua de forma baseada em princípios, sendo a forma como os resultados são atingidos não determinada por ferramentas definidas. Já o WCM possui ferramentas bem definidas, além de auditorias para comprovar a implementação desta metodologia.

 

Para que serve WCM?

O objetivo principal do World Class Manufacturing é a otimização da produção, diminuindo desperdícios e otimizando o processo como um todo.  A meta é alcançada através da utilização do método e suas ferramentas para as resolver as ineficiências do processo.

Além disso, o WCM objetiva fornecer ferramentas para alcançar a qualidade e combater os desperdícios de forma sistêmica. Também busca envolver e capacitar as pessoas, assim desenvolvendo a empresa e seu processo.

 

Quais os benefícios do WCM?

Os benefícios do World Class Manufacturing possuem relação direta com seus objetivos. Com uma implementação correta do WCM, diminui-se o desperdício, ocorrem melhorias nos diversos setores da empresa e o processo alcança um nível de excelência em qualidade.

Adicionalmente, com um processo já maduro dentro do WCM, pode-se resolver facilmente quaisquer problemas que venham a surgir. Isto se dá pelo entendimento completo dos pilares e também do uso das ferramentas fornecidas para resolução de problemas, como o 5W2H, Kanbans e Poka Yoke.

 

WCM pilares: entenda o que representam

O World Class Manufacturing é baseado em 10 pilares técnicos e 10 pilares gerenciais. Estes pilares fundamentam toda a metodologia e forma de aplicação nas empresas.

Os 10 pilares técnicos dizem respeito aos setores de produção de forma mais direta, tendo relação com fatores como manutenção, custos, qualidade e postos de trabalho. 

Já os 10 pilares gerenciais têm relação com a forma como a diretoria da empresa desempenha a aplicação do WCM.

 

WCM pilares técnicos

O World Class Manufacturing possui 10 pilares técnicos, que ajudam na implementação desta metodologia. Estes pilares técnicos formam os processos práticos que sustentam o WCM.

Estes pilares são os princípios que sustentarão o uso das ferramentas posteriormente explicadas, sendo seu uso essencial para o sucesso do WCM.

1. Segurança

Busca melhorar o ambiente de trabalho e diminuir o risco de acidentes, com isso procura garantir a integridade física e mental dos operadores com um ambiente de trabalho seguro.

2. Desdobramento de custos

Este pilar busca diminuir todas perdas do processo como um todo, identificando os custos desnecessários e reduzindo-os.

3. Melhoria focada

Estar em constante evolução no processo, utilizando ferramentas e técnicas específicas para resolução de problemas nas mais diversas áreas da indústria.

4. Manutenção Autônoma

Desenvolvimento da capacidade dos operadores para realização de manutenção de forma independente, melhorando a eficiência dos equipamentos através de limpeza e manutenções pontuais nas máquinas.

5. Manutenção Planejada

Busca restaurar as condições originais dos equipamentos para que estas máquinas tenham sua eficiência aumentada e os custos de manutenção sejam diminuídos.

6. Melhorar o posto de trabalho

A limpeza do posto de trabalho é de extrema importância para o operador ter uma maior produtividade. Este princípio diminui a quantidade de atividades como procura por ferramentas que não agregam valor ao processo.

7. Controle de qualidade

Este pilar busca garantir a qualidade da produção, atingindo satisfação máxima dos clientes, além de minimizar os custos de produção mantendo o mesmo nível de qualidade dos produtos.

8. Logística e serviço ao cliente

A capacidade de logística é de extrema importância, visto que com uma boa eficiência neste setor o lead time é reduzido, além de uma diminuição nos níveis de estoque que geram prejuízos com alta ociosidade.

9. Gestão preventiva dos equipamentos

O pilar de gestão preventiva está extremamente relacionado aos pilares de manutenção autônoma e planejada, visto que este objetiva ter equipamentos confiáveis e de baixa necessidade de manutenção.

10. Desenvolvimento de pessoas

O WCM depende diretamente da capacidade de implementação das pessoas envolvidas no processo, visto que todos pilares anteriormente citados dependem diretamente de pessoas capacitadas para implementação dos mesmos.

 

WCM gilares gerenciais

Os pilares gerenciais dizem respeito ao comportamento e comprometimento das lideranças com a aplicação do World Class Manufacturing, sendo estes pilares relacionados a aspectos mais qualitativos.

Os pilares gerenciais são de extrema importância para que os pilares técnicos tenham sucesso, servindo como base para esta aplicação. Isto se dá pois sem uma direção comprometida é extremamente difícil atingir um nível de excelência e melhoria contínua.

1. Comprometimento gerencial

Busca fazer com que todos tomadores de decisão estejam cientes do que é o WCM e engajados com a implementação desta metodologia. Com este comprometimento, o engajamento dos operadores ocorre de forma mais fácil, proporcionando um melhor gerenciamento. 

2. Desenvolvimento do sistema de objetivos

Um sistema de objetivos adequado direciona a equipe para onde elas querem chegar, mostrando como agir para atingir os parâmetros desejados. Quanto mais claro os objetivos da organização, mais fácil é a identificação de possíveis medidas e ferramentas a serem utilizadas.

3. Route map

Este mapa deve ser desenvolvido para que a organização tenha um plano de implementação do WCM em sua estrutura. Este mapa será de extrema importância para atingir os indicadores necessários no sistema de avaliação de excelência do WCM.

4. Alocação de pessoas qualificadas

Neste caso, o pilar possui ligação direta com o pilar 10 dos pilares técnicos, de desenvolvimento de pessoas. Para uma implementação do WCM de sucesso, a organização deve ter pessoas qualificadas o suficiente que entendam os objetivos e formas de implementação da metodologia.

5. Comprometimento da organização

Não só os tomadores de decisão mas também a organização como um todo deve estar comprometida com a aplicação do WCM. Isto ocorre porque a melhoria contínua depende diretamente dos níveis mais baixos da organização, principalmente dos operadores.

6. Competência da organização para melhoria

Além de estar comprometida com a metodologia do WCM, a organização deve ter competência suficiente para prevenir e resolver os problemas. Por isso, a melhoria contínua deve ser implementada aos poucos, em conjunto com a capacitação das pessoas envolvidas.

7. Tempo e budget

Este pilar se relaciona aos todos demais, pois sem dinheiro o suficiente e tempo para implantar um novo projeto não há como finalizar a implantação com sucesso. 

8. Nível de detalhe

Neste caso, o foco é analisar o nível de detalhamento que o projeto deve atingir. Este detalhamento irá exigir um determinado tempo para cada etapa, para definir quais metas devem ser atingidas e qual será o investimento necessário.

9. Nível de expansão

Proporcionará a definição dos pontos que serão realizadas as implementações, quais áreas serão abordadas e quais resultados devem ser atingidos. Desta forma pode-se definir pontos de início e fim de cada parte de implementação, analisando os resultados e definindo os próximos passos.

10. Motivação dos operadores

Como foi explicado no pilar de comprometimento da organização, os operadores são parte extremamente importante no WCM. Por isso, deve-se motivar os profissionais para alcançar o nível de excelência esperado.

 

Como se aplica o WCM?

Para que o WCM seja aplicado com sucesso, a cultura da empresa deve ser moldada junto da mentalidade dos colaboradores. A mudança de cultura deve buscar atingir um nível de redução de perdas e maximização do sistema produtivo.

A partir disso, a aplicação deve se iniciar com a identificação dos principais problemas do sistema produtivo, assim podendo atacá-los com o uso das ferramentas que serão posteriormente apresentadas. 

 

7 ferramentas do WCM

O WCM possui 7 ferramentas principais, divididas entre três objetivos principais. Onde cada um deles é destinado a diferentes etapas de implantação da metodologia. 

Duas ferramentas principais buscam identificar as perdas e problemas do sistema produtivo, são elas o Mapeamento do Fluxo de Valor e o Cost Deployment. O MFV  lista todas as etapas do fluxo de materiais e informações até o atendimento do cliente, já o Cost Deployment busca identificar perdas e atingir a redução de custos.

Para a erradicação das perdas identificadas anteriormente utilizam-se ferramentas como o PDCA e o Kaizen. O PDCA é um ciclo para controle e otimização de processos, o Kaizen é uma metodologia que envolve o modo de viver focado em melhoria contínua.

As três ferramentas finais, POP ‘s, fluxogramas e 5S, procuram prevenir as perdas para que os avanços atingidos anteriormente sejam mantidos com o decorrer do tempo. O primeiro é um conjunto de instruções de realização de processos de rotina, o segundo uma representação gráfica de um processo e o último um programa de melhorias nas mais diversas áreas.

 

Como é o sistema de avaliação WCM?

Para mensurar a aplicação de cada um dos pilares, uma pontuação é atribuída para cada, isto faz com que o sucesso do WCM seja mais mensurável. A pontuação é dada baseada no nível de detalhe e nível de expansão de cada pilar.

Após a atribuição destas pontuações, a fábrica recebe uma nota geral que a coloca em quatro níveis. Estes níveis são: Bronze, Prata, Ouro e World Class.

voltar ao topo

Saiba mais